Composição da ALMG não se modifica após 1º turno

Publicado em 16/11/2020 - politica - Da Redação

Composição da ALMG não se modifica após 1º turno

De nove deputados estaduais que disputaram prefeituras, oito não se elegeram; em Contagem, deputada segue na disputa.

composição da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) a partir de janeiro de 2021 não foi modificada com o resultado do 1º turno das eleições municipais deste ano, ocorrido no domingo (15/11/20). Dos nove parlamentares que disputaram o pleito para prefeitos no Estado, oito não se elegeram.

Apenas em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a disputa pela prefeitura ainda conta com a participação de uma deputada estadual. Nesse caso, o 2º turno, no próximo dia 29 de novembro, poderá alterar a composição da ALMG.

Isso porque a deputada Marília Campos (PT) concorre ao cargo. No primeiro turno, ela obteve 118.955 votos (41,83% dos votos válidos). Disputa com ela o candidato Felipe Saliba (DEM), que recebeu 52.371 votos (18,42%).

Também se candidatou a prefeito de Contagem o deputado Professor Irineu (PSL). Ele recebeu 11.271 votos (3,96%).

Em Belo Horizonte, três parlamentares estaduais concorreram ao cargo de prefeito: Bruno Engler (PRTB), João Vítor Xavier (Cidadania) e Professor Wendel Mesquita (Solidariedade). O candidato à reeleição Alexandre Kalil (PSD) teve 784.307 votos (63.36%) e venceu a eleição em 1º turno.

Bruno Engler recebeu 123.215 votos (9,95%), ficando em segundo lugar na disputa. João Vítor Xavier teve 114.130 votos (9.22%) e Professor Wendel Mesquita recebeu 9.266 votos (0,75%).

Outra cidade que teve uma parlamentar disputando a eleição e o pleito já foi definido em 1º turno foi Montes Claros, no Norte de Minas. Concorreu ao cargo a deputada Leninha (PT), que recebeu 10.685 votos (5,13%). Venceu a disputa o candidato Humberto Souto (Cidadania), com 177.592 votos (85,24%).

Sete Lagoas (Região Central do Estado) também teve sua eleição concluída. Concorreu ao cargo de prefeito o deputado Douglas Melo (MDB). Ele recebeu 32.783 votos (29,88%). Duílio de Castro (Patri) venceu o pleito com 60.240 votos (54,9%).

Juiz de Fora e Uberaba terão 2º turno

Outras cidades onde deputados estaduais concorreram ao cargo de prefeito foram Juiz de Fora (Zona da Mata) e Uberaba (Triângulo Mineiro). Esses municípios terão 2º turno, mas os parlamentares já não estão mais na disputa.

A deputada Delegada Sheila (PSL) concorreu em Juiz de Fora. Ela obteve 26.068 votos (10,04%). Disputam o 2º turno Margarida Salomão (PT) e Wilson Rezato (PSB). No 1º turno, tiveram 102.489 (39,46%) e 59.633 votos (22,96%), respectivamente.

Em Uberaba, concorreu ao pleito o deputado Heli Grilo (PSL), que obteve 28.740 votos (19,09%). Concorrem ao 2º turno Elisa Araújo (Solidariedade) e Tony Carlos (PTB). Eles receberam, respectivamente, 54.581 (36,25%) e 37.625 (24,99%) dos votos.


ASCOM/ALMG