Estado de Minas anuncia que protocolo de lockdown está em fase final

Publicado em 30/06/2020 - geral - Da Redação

Estado de Minas anuncia que protocolo de lockdown está em fase final

Após confirmar mais de 45 mil infectados e 965 mortes por Covid-19, o Estado anunciou, na terça-feira (30), que está finalizando um protocolo para o lockdown.  O confinamento total, que impede até mesmo que a população saia de casa, só será aplicado em último caso.

O documento elaborado pelo governo de Minas, no entanto, servirá como uma recomendação aos municípios, mostrando quais regras deveriam ser adotadas. O aval para o bloqueio só poderá ser dado pelos prefeitos das localidades em situações mais críticas.

A informação de que o plano está na fase de final de elaboração foi dada durante coletiva virtual da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Detalhes das ações não foram divulgados.

"A gente não quer ter que dar esse comando, essa orientação, mas é importante que a gente já tenha esse protocolo pronto para, no caso de necessidade. Então, a gente já vai deixar isso preparado para quando for necessário ", afirmou o chefe de gabinete da SES, João Pinho.


O procedimento já foi adotado pelas prefeituras de Uberlândia, no Triângulo, e Araxá e Patos de Minas, no Alto Paranaíba. João Pinho afirmou que Minas acompanha a experiência em outras localidades, como em Goiás. O estado vizinho adotou o sistema nesta terça-feira (30).O lockdown, conforme o Ministério da Saúde, é o nível mais alto de segurança e pode ser implantado em caso de grave ameaça ao sistema de saúde. Durante esse confinamento, segundo o órgão federal, todas as entradas do perímetro de uma cidade são bloqueadas por profissionais de segurança. Ninguém tem permissão para entrar ou sair.

"O nosso Centro de Operações de Emergência em Saúde faz essa pesquisa, de entender o que outros fizeram quando estiveram em momentos semelhantes no enfrentamento da pandemia", disse.

Na semana passada, o governador Romeu Zema (Novo) informou que a medida caberá aos prefeitos. "Eu diria que o lockdown em todo o estado dificilmente vai acontecer, mas pode sim acontecer regionalmente, como está ocorrendo neste momento", afirmou Zema.

Isolamento maior

O chefe de gabinete da SES-MG relembrou que a única forma de evitar tal rigor nas ações é o reforço na quarenta. "Não vai haver protocolo suficiente quando o isolamento for baixo", afirmou. Segundo ele, é "impossível" que a população fique em um isolamento completo durante um período muito grande, mas o Estado entende que Minas poderia ter uma taxa de confinamentos maior, por volta de 60%.

"Existem pessoas perdendo seus empregos, existem empresas indo à falência. Então, a gente precisa debater de forma séria essa dualidade. Mas é preciso, também, a gente aumentar o nosso isolamento", declarou. Segundo ele, há cidadãos que não conseguem ficar em casa, como os profissionais de saúde. No entanto, aqueles que podem deveriam reforçar a prática.


Anderson Rocha - Hoje em Dia