Esforços do Estado controlam crescimento da curva de covid-19

Publicado em 01/07/2020 - geral - Da Redação

Esforços do Estado controlam crescimento da curva de covid-19

Ampliação de leitos, distribuição de respiradores e app de telemedicina são algumas das medidas adotadas

 

Na quarta-feira (1/7), durante pronunciamento, o governador Romeu Zema prestou solidariedade aos familiares e amigos das 1.007 vítimas fatais da covid-19 e reforçou que o Estado segue adotando todas as medidas necessárias para garantir o atendimento à população.

“Nenhum desses óbitos registrados em Minas ocorreu devido à falta de atendimento. Reforçamos que, desde março, temos atuado diariamente para retardar e amenizar o crescimento da curva de casos. Como a previsão de pico está para o mês de julho, considero que estamos conduzindo a situação da forma adequada, dentro daquilo que está ao nosso alcance”, afirmou.

Além de destacar a ampliação da oferta de leitos de UTI – que passaram de 2.072 em fevereiro para 3.234 nesta quarta-feira (1/7), o governador também falou sobre a compra de respiradores e afirmou que o Hospital de Campanha entrará em funcionamento assim que for necessário. “O Governo de Minas adquiriu, ainda, 1.047 respiradores para o combate à covid-19. A destinação dos equipamentos está sendo determinada conforme critérios epidemiológicos e assistenciais”, disse.

 

Aumento de casos

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, destacou que, neste momento, observa-se uma progressão da curva de casos de covid-19. Segundo ele, este é um resultado do desenvolvimento natural da epidemia. Além disso, o aumento de testagem por meio dos testes rápidos e a mudança metodológica na forma de alimentar o banco de dados da SES-MG explicam o aumento mais expressivo no número de casos registrado nos últimos dias.

O secretário adjunto da SES-MG, Marcelo Cabral, destacou que os critérios para a testagem pela rede pública são definidos pelo Ministério da Saúde. “No caso do teste rápido, são grupos indicados para testagem os profissionais da Saúde e da Segurança Pública em atividade, pessoas que residam no mesmo domicílio desses trabalhadores e pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Já com relação ao PCR, podemos citar a população indígena aldeada e os profissionais da Segurança Pública e da Saúde que apresentem sintomas”, explicou.

 

Saúde Digital MG

Durante a coletiva, Carlos Eduardo Amaral voltou a indicar que a população utilize o aplicativo Saúde Digital MG, plataforma oficial do Estado que oferece um direcionamento para o acesso à Saúde, neste momento de pandemia da covid-19.

“Orientamos os mineiros que tenham sintomas gripais a fazerem a avaliação por meio do aplicativo. A partir dessa avaliação, a pessoa poderá ser encaminhada para uma consulta de telemedicina, o que possibilita o atendimento em qualquer lugar do estado, além de evitar deslocamentos desnecessários e aglomerações”, explica o secretário de Saúde.


SEGOV