Campus Muzambinho doa alimentos às entidades beneficentes da região

Publicado em 15/04/2020 - cidade - Da Redação

Campus Muzambinho doa alimentos às entidades beneficentes da região

Além de alimentos, instituição também doou álcool em gel para o asilo e a Polícia Militar de Muzambinho.

A solidariedade tem sido uma ferramenta para o enfrentamento ao coronavírus. O IFSULDEMINAS tem realizado uma série de ações sociais para minimizar os impactos que a pandemia tem causado na sociedade. Dando continuidade, os campi de Muzambinho, Machado e Inconfidentes tomaram a iniciativa de criar uma atividade extensionista a fim de doarem alimentos. O Campus Muzambinho irá beneficiar aproximadamente 45 instituições da região.

Na manhã da terça-feira (14), o Campus Muzambinho deu início às doações de gêneros alimentícios às instituições e entidades, públicas ou privadas, que necessitam de alimentos para a promoção de atividades ligadas direta ou indiretamente às políticas sociais. As doações serão realizadas semanalmente, durante o período em que os restaurantes estudantis do IFSULDEMINAS estiverem fechados. 

No primeiro dia de doações, quatro entidades das cidades de Muzambinho, Juruaia e Guaranésia receberam os seguintes mantimentos: alface, banana, tangerina, limão, atemoia, fubá, massa de pão e óleo. Entre os itens que serão doados e são produzidos na escola-fazenda e consumidos no refeitório do Campus Muzambinho estão incluídos a abóbora madura, alface, almeirão, banana, batata doce, cebolinha, couve, brócolis, chicória, chuchu, fubá, laranja, leite de cabra, mandioca, massa para pães, óleo, repolho, salsinha e tangerina.

Álcool em gel

Nas últimas semanas o IFSULDEMINAS tem realizado doações de álcool em gel e de máscaras, conforme disponibilidade, para entidades de Muzambinho e região. Essa é a nossa forma de fortalecer o combate contra a COVID-19 e contribuir com a proteção de todos que tanto valorizam nossa instituição.

Seguindo a rota de doações no combate contra a COVID - 19, o diretor-geral do IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho, Renato Aparecido de Souza e o professor orientador da COOPAM - Cooperativa Escola dos Alunos, Denis Bueno da Silva, encontraram-se nessa quinta-feira com representantes do Asilo São Vicente de Paulo do município de Muzambinho.

IFSULDEMINAS entregou ao asilo 10 litros de álcool em gel, produzidos no Campus Inconfidentes, utilizando como matéria prima bebidas alcoólicas apreendidas pela Receita Federal.

Também foram incluídos na rota de doações, os membros do 3º Pelotão da Polícia Militar de Muzambinho. Na ocasião o 1º Tenente e comandante do 3º Pelotão, Esdras José da Silva, disse que os itens doados vão auxiliar na parte operacional da Polícia Militar, principalmente quanto a higienização e a prevenção contra a COVID - 19. "Porque os policiais estão trabalhando no fronte de batalha, juntamente ao pessoal da saúde, então esse é mais um mecanismo de auxílio à prevenção da doença para cada profissional militar que está desempenhando suas funções". 

O Tenente explicou que cada viatura possui um frasco que pode ser reabastecido e o policial, durante o atendimento de ocorrência ou em qualquer outra situação, poderá fazer a esterilização manual. 

Ele ainda aproveitou para ressaltar que todos devem seguir as recomendações que estão sendo dadas pelos nossos governantes. "Oriento que todos permaneçam em casa, evitem aglomerações, realizem o distanciamento social, que é muito importante nesse momento para que possamos, em breve, retomar nossas atividades e que a vida possa fluir normalmente". 

Na ocasião o presidente do Asilo, Cláudio Antônio Batista, agradeceu o IFSULDEMINAS por, “mais uma vez defender essa classe tão desfavorecida. A instituição é composta de pessoas todas acima de 60 anos. Então é o quadro de pessoas mais vulneráveis ao Coronavírus”.

Cláudio citou que em todos os lugares tais itens de proteção, como álcool, estão escassos. Essa doação contribuirá, portanto, com as medidas de segurança que estão sendo adotadas pelo asilo. 

Além da utilização do álcool, o presidente ainda informou que outras medidas de proteção estão sendo tomadas durante esse período de pandemia. Uma dessas ações é que todos assistidos não estão recebendo visitas “para não expor e para proteger ao máximo nossos idosos”.

Fonte: