AÇÕES DA POLÍCIA MILITAR: Início da operação Safra Segura e fiscalização durante a pandemia em Muzambinho

Publicado em 25/05/2020 e atualizado em 25/05/2020 - cidade - Da Redação

AÇÕES DA POLÍCIA MILITAR: Início da operação Safra Segura e fiscalização durante a pandemia em Muzambinho

A Polícia Militar de Minas Gerais iniciou a operação “Safra Segura” com ações específicas durante a colheita do café neste ano. O Tenente Esdras comanda a PM em Muzambinho relatou este importante trabalho.

A operação teve início no domingo, 15 de maio, com continuidade até o mês de outubro. O objetivo é garantir a segurança ao produtor e comunidade rural neste período mais crítico. Para tanto, a PM determinou uma equipe exclusiva para patrulhamento diuturno. De acordo com uma escala e na medida do possível, também serão feitas visitas in loco nas propriedades. Com isso, mantendo direto com os produtores e identificando as suas demandas na área de segurança pública. Será feita a abordagem de indivíduos suspeitos, com a coleta de informações. “A sensação de vigilância é o que também impede o cometimento do crime”, disse.

Tenente Esdras ainda esclareceu que será retomado o cadastro dos proprietários rurais que ainda não participam da Rede de Fazendas Protegidas. Este cadastro é considerado muito importante por representar o elo direto entre o proprietário e a Polícia Militar. Através de um grupo de WhatsApp as informações são trocadas de maneira bastante ágil. Ao mesmo tempo, a PM passa orientações, recebe sugestões e informações sobre veículos e indivíduos suspeitos. O militar esclareceu que o canal principal de acionamento da Polícia Militar é o telefone 190.

 

AÇÃO DA PM DURANTE A PANDEMIA

O Comandante da PM em Muzambinho revelou que o índice de criminalidade registrou considerável queda (mais de 30%) praticamente em toda Minas Gerais. Principalmente, considerando os crimes violentos como roubo, homicídio e extorsão, que exigem uma ação mais efetiva da Polícia Militar. Já o índice de furtos está estável, em comparação com os números do ano passado. Até porque alguns criminosos foram soltos justamente devido à pandemia, sendo que deviam permanecer em prisão domiciliar. O Juiz da Comarca informou os nomes desses condenados, sendo que a PM está fazendo visitas periódicas a estas pessoas, verificando assim se estão cumprindo a determinação de prisão domiciliar ou horário de permanência nas ruas.

 

FISCALIZAÇÃO EM BARES

Tenente Esdras esclareceu que a fiscalização em bares, restaurantes e similares ocorre através do trabalho conjunto entre Polícia Militar e prefeitura. Num possível descumprimento do decreto municipal, os fiscais da prefeitura são acionados e a PM acompanha em apoio para que seja possível notificar o proprietário do estabelecimento comercial.