A Voz de Todos - Edição 995

Publicado em 09/07/2010 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO: “Não deixe que qualquer erro o impeça de acreditar em si mesmo. Aprenda com ele e vá em frente” (Rormam V. Peale) NOSSA SELEÇÃO DE FUTEBOL: A “MÁSCARA” CAIU - Quem entende de futebol, ou quem já teve oportunidade de jogar, sabia de antemão que a nossa Seleção de Futebol, escolhida pelo técnico Dunga era fraca, e somente a imprensa escrita, TVs e rádios, tentavam de todas as formas nos “enganar”, comentando que éramos invencíveis e muita lorota. Quando enfrentamos seleções mais fracas conseguimos às duras penas vencer, mas o receio era quando enfrentássemos as melhores e deu no que deu, um fracasso retumbante. Dunga nunca foi técnico e como jogador mesmo foi medíocre, quebrando o galho como se costuma dizer. Agora ficamos comentando e gozando os argentinos por perderem de quadro, mas que se a nossa também voltou sem conseguir nenhuma quassificação? Esperamos que doravante os nossos dirigentes tomem pé e escolham um técnico competente que saiba escolher os melhores jogadores em atividade e não com “nomes” somente. Que foi um fiasco, não temos a menor dúvida. Lamentável!

VOLTA PARA A “SANTA TERRINHA”: MUZAMBINHO - Quem fica fora por algum tempo, e no nosso caso quase dois meses, em razão de cirurgia em nossa esposa Teresinha, é que sente saudades, pois nossa cidade, com todas as nuances de uma cidade pequena, é muito boa para se viver, com parentes e vizinhos, sempre num ambiente alegre e descontraído. Eta Muzambinho danada! Quem bebeu sua água não a esquece jamais!

VISITA AO ESTÁDIO DO PALMEIRAS - Durante muitos anos vivemos perto do Estádio do Palmeiras, onde frequentávamos e mantínhamos uma grande amizade, não só com os torcedores, mas também com alguns dirigentes. Em nossa juventude chegamos a jogar no time de Amadores lá, e por razões de arrobos da mocidade, deixamos passar tal oportunidade de fazermos parte do esquadrão palmeirense, embora tenhamos sido convidados pelo técnico Cambom, que nos via jogar pelo time da Associação Atlética Matarazzo. Se arrependimento matasse! Poderíamos ser aproveitados, pois sempre fomos considerados um jogador acima da média. Lembramos quando voltamos para Muzambinho em 1949 e formamos a ala esquerda da Seleção de Muzambinho com o Corote. Muzambinho tinha um esquadrão, onde jogadores como Bastiãozinho, Pereira, Broim, Gely, Goimy, Larico, Márcio Delega, Voltei e Dedém de Cabo Verde, mas por vezes faziam parte do nosso time. Enfim, o tempo passou e muita coisa ficou para trás, e não “adianta chorar”, pois nada voltará!

“A FOLHA REGIONAL” CAMINHA PARA MAIS UM ATO DE GLÓRIAS! - Um jornal que começou timidamente e aos poucos foi grangeando simpatia e Vagner e seus irmãos, após a saída do sócio Cláudio Ferreira, tomaram conta e transformaram o nosso periódico num jornal que não só apresenta Muzambinho, mas toda a região Sul Mineira, levando e trazendo notícias sobre nossas cidades tudo dentro de uma ética à toda prova, e em razão disso é hoje sem sombra de dúvida um arauto de respeito, que procura sempre elevar o nível da arte de bem informar, sem jamais tomar partido, mas por vezes cobrando de nossos dirigentes tudo que a população necessita e solicita. Dentro de pouco tempo comemoraremos mais um ano de profícua atuação de nosso semanário, e temos certeza que haverá, mais uma vez, um congraçamento de nossas autoridades, leitores, colaboradores e amigos de sempre. Estamos aguardando com ansiedade!

FALECIMENTO DO SR. VITOR BORGES - Toda cidade tem suas pessoas folclóricas que dão um colorido especial e por vezes até de classes mais pobres, mas que fazem parte do cotidiano e mantém viva a história dos municípios. Muzambinho recebeu com tristeza a notícia da morte do Sr. Vitor Borges, que era um cidadão simples, e não gostava e até rebelia com veemência quando algum garoto mal educado o chamava de “Mamangava”, cujo apelido ignoramos de onde partiu, mas que o deixava raivoso e até bravo. São pessoas simples, mas que sempre quando partem para a eternidade, nos deixam tristes, mormente nós que sempre batíamos um papo com ele e parece que ele gostava da gente. É mais um muzambinhense que parte e deixa saudades! Adeus “Sô Vito”!

PRÉDIOS ANTIGOS DE MUZAMBINHO
- Paço Municipal (ex-Cadeia Fórum), na Praça Pedro de Alcântara Magalhães, construído em 1911 e reformado em 1996;
- Prédio do Grupo Escolar Cesário Coimbra, construído em 1912 e inaugurado em 1915, Praça Pedro de Alcântara Magalhães;
- Prédio da Av. Dr. Américo Luz, construído na década de 1910 pelo Dr. Joaquim Bernardes, ao lado do Ginásio (Colégio Salatiel de Almeida), hoje pertencente à Família Pedro Dipe;
- Prédio da Escola Estadual Salatiel de Almeida, construído em 1901, na Av. Dr. Américo Luz;
- Prédio do Clube Recreativo de Muzambinho, Av. Dr. Américo Luz, esquina com Rua Salatiel de Almeida, construído na década de 1910 e reformado em 1950/54;
- Prédio do Clube Automóvel, Av. Dr. Américo Luz, onde havia o cinema São José, inaugurado em 1951;
- Prédio do Theatro Bernardo Guimarães, construído em 1905, onde era cinema e onde ficava a Rádio Rural, Av. Dr. Américo Luz;
- Prédio do ex-Hotel Beato, construído na década de 40, e hoje esta sendo usado como restaurante, Av. Dr. Américo Luz;
- Prédio da Rua Tiradentes, esquina da Rua Cel. Francisco Navarro, construído em 1908 pelo Cel. Francisco Navarro de Moraes Salles, e hoje pertence ao Sr. Tião Roque;
- Prédio da Rua Tiradentes, esquina com Av. Dr. Licurgo Leite, construído na década de 20, onde foram instalados diversos bancos e hoje pertence aos Irmãos Santini;
- Prédio dos Correios, construído na década de 40, Av. Licurgo Leite;
- Prédio do Hotel São José, construído na década de 20, na Rua Tiradentes;
- Prédio da Casa da Cultura Dr. Lycurgo Leite, foi construído pelo Deputado Lycurgo Leite na década de 20, e em 1996 foi inaugurada a Casa da Cultura;
- Prédio da Igreja Matriz, inaugurado em 1913;
- Prédio da Igreja Nossa Senhora Aparecida, construído entre 1932/5;
- Prédio da Estação Mogiana, hoje Coomam, inaugurado em 1913;
- Prédio do Fórum, construído na década de 60, na Rua da Aparecida;
- Prédio da Santa Casa, inaugurado em 1926;
- Prédio defronte o Chapéu de Sol, construído na década de 20;
- Casa da Rua Tiradentes, década de 20, construído pelo Sr. João Gaspar;
- Prédio da Família Coimbra, Av. Dr. Américo Luz, construído na década de 20;
- Casa na Av. Américo Luz, década de 20, construída pelo Sr. José Poli, e hoje esta sendo usado pela Prefeitura (epidemiologia);
- Prédio da Av. Dr. Américo Luz, esquina com Av. Lycurgo Leite, década de 20, hoje pertence ao Sr. Rubens Cunha Prado;
- Prédio da Rodoviária, Av. Frei Florentino, década de 70/80;
- Prédio da Igreja Presbiteriana Independente, construído na Rua Sete de Setembro, esquina com Av. Dr. Licurco Leite, construído após o incêndio do prédio da nossa Igreja, na Rua Tiradentes, na década de 50.

PIADA DA SEMANA: VELHO SABIDO (MENTINDO A IDADE) - Um milionário, aos 60 anos, casou-se com uma jovem de apenas 21 anos. Ao saber do fato, um velho amigo lhe perguntou: Como você, com essa idade, conseguiu se casar com uma garota tão jovem e bonita? Fácil! Eu menti a minha idade! Eu disse que tinha 91 anos! E ela deve ter pensado que eu ia morrer logo, talvez na lua de mel e ficaria rica!