A Voz de Todos - Edição 952

Publicado em 11/09/2009 e atualizado em 11/09/2009 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO DA SEMANA: “O elogio sincero abre uma porta para uma conversa que poderia ser difícil” (Ensinamento oriental).
VAMOS SER REPETITIVOS ATÉ A EXAUSTÃO: AVENIDA AMÉRICO LUZ – Quem ama Muzambinho, como nós, sem nenhum interesse de ordem política ou mesmo querendo levar alguma vantagem, sofre amargamente todos os dias quando passa pelo nosso mais belo logradouro público, a majestosa Avenida Dr. Américo Luz, onde se vê os mini-canteiros abandonados, em terra batida, sem nenhuma grama ou flores, mais parecendo uma “terra de ninguém”. O calçamento em todo o leito da via já foi feito em tempo em que os paralelepípedos eram realmente necessários e usados, mas agora ela merece um asfalto para então voltar a ser a mais bela da região, com mais de 700 metros de comprimento e uma largura extraordinária. É um assunto que desde os primeiros números da Folha Regional, sem nenhuma trégua, comentamos e pedimos ao Poder Público para que tome tal providência, mas logo aparecem os arautos do ostracismo dizendo: “É uma Avenida tradicional não pode ser mexida”. Chega de baboseiras e precisamos caminhar com o progresso. Devemos respeitar as épocas, mas agora é ASFALTO, e estamos conversados. Estamos errados?

E OS “FAMIGERADOS” QUIOSQUES, ATÉ QUANDO? – Nossa Avenida Américo Luz é realmente maltratada, pois os “famigerados” quiosques, em número de dois, que cortam nossa principal artéria, já passaram do tempo de serem demolidos, pois atualmente são verdadeiros “monstrengos”, servindo de “latrinas”, inclusive exalando um mau cheiro horrível. Será que não é hora de serem erradicados de vez? São coisas tão na vista, que nossos governantes parecem não querer olhar. Demolição já é a maioria quer, ou estamos enganados?

TÍTULO DA ACADEMIA MUZAMBINHENSE DE LETRAS – A noite do dia 04 do corrente foi de gala na casa da cultura Dr. Lycurgo Leite, em Muzambinho. Onde foi realizada uma sessão solene para a entrega de diplomas aos primeiros componentes da novel agremiação, com o comparecimento de dezenas de pessoas. A “FR” por intermédio da repórter Vaine Alves fará uma cobertura completa nesta edição sobre o evento. Aproveitamos a oportunidade para agradecer a escolha de nosso nome para receber a cadeira nº 2, e tudo faremos para dignifica-la, e nos consideramos honrados pela deferência de nosso nome, e é com orgulho que hoje passamos em definitivo em fazer parte da História da “Atenas Sul Mineira”, que sempre teve nos anais da cultura, pessoas de destaque nas Letras e na Educação, espalhados por todos os cantos do Brasil e até no exterior. Obrigado de coração à Comissão Julgadora em colocar no patamar de tão ilustres “Letrados” o nosso nome. Embora não tenhamos o dom da palavra, agradecemos e lembramos algumas facetas de nossos antepassados que cognominaram Muzambinho em seus tempos de glória, comparando à Grécia antiga, berço da cultura. Nossa esposa Teresinha, a filha Iara Lúcia, e os irmãos Nadinho, Irani, e a Iara Noêmia estiveram presentes, bem como Regina e Luciano Pulcineli Vieira, cunhada e sobrinho, respectivamente, e a neta Victória.

ANIVERSÁRIO DE IARA LÚCIA VIEIRA – Nossa filha completou no dia 11 do corrente mais um ano de vida. Que Deus a abençoe sempre é o nosso desejo.

BRINCADEIRA DE NOSSAS IRMAS IRANI E IARA SOBRE NOSSAS BODA – “Teresinha de Almeida; se casou com o seu Vonzico; nasceram três lindos filhos Iara, Bebeto e Paulinho. A Iara com Victória; Beto e Dany com Tâmara, Thomaz e Theo; Paulo e Regina, com Pedro e Paula; e a alegria maior ficou com a família da Bené. 60 Anos se passaram, do início até então; e por isso damos graças; Graças a essa União. E ta tudo bão”. Todos os membros da família recitaram numa só voz os versinhos.

VISITA AOS TÚMULOS DE NOSSOS QUERIDOS PAIS – No dia 07 fomos todos ao Cemitério de Muzambinho reverenciar os nossos queridos pais Waldomiro e Noêmia, e Luiz Valério e D. Mariquinhas, e podemos constar à beleza de conservação de nossa última morada. Parabéns aos responsáveis. Sem nenhuma dúvida, o nosso cemitério é um dos lugares mais bonitos e bem cuidados da nossa cidade.

DESCULPEM NOSSOS LEITORES –
Pedimos desculpas aos leitores, mas a semana que passou foi tão importante para nós que estávamos usando nosso espaço na “FR” para extravasar a nossa alegria, pois nos dias atuais um casal permanecer unido por 60 anos é quase uma novidade, razão pela qual fizemos questão de comemorar. Obrigado pela paciência. 

PIADA DA SEMANA: CONFIANCA NO MÉDICO É IMPORTANTE – No consultório médico tenta tranqüilizar o paciente: Não se preocupe! Eu mesmo já tive essa doença e fiquei curado. E o paciente, amedrontado: É doutor, mais seu médico era outro!!!