A Voz de Todos - Edição 1064

Publicado em 11/11/2011 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO DA SEMANA: “O amor é a força mais abstrata que a gente não vê, mas é também a mais forte e potente que há no mundo” (Todos nós)
NOITE DE GALA EM MUZAMBINHO – A noite do dia 04 de novembro, nas dependências da Câmara de Vereadores de Muzambinho foi realmente linda e ao mesmo tempo demonstrando o reconhecimento da sociedade à pessoas de alto gabarito, que foram agraciadas com o Título de Cidadão Honorário, por serviços prestados e em prol da cidade e seus habitantes. Todos os agraciados ao receberem o Diploma, usaram da palavra. Ao ser dada a palavra livre, o nosso conhecido e amigo Régis Policarpo, com picardia e desenvoltura usou da palavra, e com seu jeito todo especial, contou algumas peripécias levando à platéia às gargalhadas. Foram momentos grandiosos que passamos junto a amigos e visitantes. De parabéns os organizadores. Nesta edição, naturalmente, a “FR” dará um destaque especial ao evento, com fotos e comentários.

COMO É BOM REVER AMIGOS – Na noite de gala acima referida tivemos a oportunidade de rever amigos que residem fora de Muzambinho, nos transportando a tempos imemoriais, quando muito deles viviam entre nós. São eventos de tal gabarito que elevam o nível de cordialidade que deve sempre ser prioridade entre amigos. Muzambinho sempre foi e continua a ser uma cidade que reconhece os feitos de seus diletos filhos e também àqueles que por aqui fincaram suas raízes. De parabéns os organizadores. Eta Muzambinho danada de boa!

A SAUDADE MATA A GENTE! – Ao rever os familiares do Reverendo Luthero Cintra Damião, voltamos a um passado distante, quando este como pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Muzambinho, nos brindava com seus sermões e sua simpatia, bem como da esposa Santinha, nossa conhecida desde a infância quando passávamos as férias escolares em Nova Resende, onde ela residia com seu irmão Mário e demais irmãs. Lembramos das brincadeiras nas casas de nossos parentes, da festas de aniversário e as reuniões, a cada noite, nas casas de cada um, inclusive de nossos tios Salomão e Isaura Salles, em plena Avenida principal. São coisas da infância que jamais são esquecidas. São recordações da “aurora de nossas vidas” como dizem os poetas.

ENCONTRO COM POLÍTICOS DE NOSSA REGIÃO – Tivemos a satisfação e prazer de rever os deputados Carlos Mosconi e Arantes que estavam presentes, os quais merecem todo o nosso respeito e consideração, pois em suas áreas respectivas, muito tem feito em prol de nossa cidade. São políticos sérios e que merecem sempre o nosso apoio e amizade.

E O ESPORTE EM MUZAMBINHO ACABOU DE VEZ? – Outrora tínhamos aos domingos e feriados em nossa cidade grandes disputas de futebol, não só na região central mas também nos bairros e agora nada acontece. Tínhamos times de basquete, tanto masculino como feminino e também de vôlei. Lembram do grande time de futebol da Agrotécnica? Será que os esportistas acabaram de vez? E a cátedra de educação física, em todos os estabelecimentos de ensino estão desativadas? É uma pena pois Muzambinho sempre foi destaque na região não só no futebol, mas em diversas outras modalidades. Lembram das corridas rústicas? Da São Silvestre no fim do ano? Vamos voltar aos bons tempos? Com a palavra quem de direito!

A ESCOLHA DAS RAINHAS MOVIMENTAVA TODA A CIDADE – Outra coisa que movimentava a cidade era a escolha das rainhas do Azul e do Vermelho. Lembram da Nininha Martins, Mirtes Gonçalves Siqueira? Muzambinho sempre teve lindas garotas e a disputa era férrea. Nas quermesses defronte a Igreja e também na Avenida. Que saudade minha gente!

E A EXPOSIÇÃO DE TEARES, BORDADOS, PÁSSAROS E CÃES? – Uma saudade se apodera da gente quando começamos a lembrar das grandes disputas, não só na quadra do Colégio Salatiel, mas também nas barraquinhas na Avenida. E o desfile de cavaleiros, com grandes montarias, charretes e até carros-de-bois? Vamos dar uma quinada e voltarmos aos bons tempos? Falta incentivo? Alô Prefeitura e comércio, que tal uma mãozinha?

MUZAMBINHO, A “CIDADE QUE TINHA”? – Alguém, em má hora disse que “Muzambinho era cidade que tinha”, e tudo em razão de começar bem e num fechar de olhos acabar tudo. Que tal uma programação a respeito? Lembram dos desfiles de carros antigos? Até cantores famosos por aqui passaram! Que tal uma programação e voltarmos aos bons tempos?

ATÉ AS FESTAS DE FORMATURA ESTÃO ACABANDO! – Quando chegava o fim do ano, quando os alunos recebiam seus diplomas, era uma festa até com bailes, mas parece que estamos vivendo outros tempos e nada acontece, lamentavelmente. Aos domingos o Estádio de Futebol de Muzambinho ficava lotado com grandes jogos: voleibol, basquete, corridas, tudo ficou no passado? Uma cidade estudantil como a nossa não pode ficar em branco em datas cívicas e importantes, ou estamos errados?

LEMBRAM DAS SEMANAS SANTAS E PROCISSÕES? – Durante as festividades religiosas a cidade ficava em polvorosa, e até quem residia na roça alugava casa na cidade para curtir os dias santificados. Muitos vão dizer que somos saudosistas, mas temos uma tristeza enorme e ver que grandes comemorações religiosas ou mesmo de ordem política estão sendo esquecidas, o que é lamentável. Que tal organizarmos algo e voltar aos bons tempos?

A MOCIDADE DE MUZAMBINHO NÃO TEM PARA ONDE IR! – Outrora, em nossa juventude a cidade oferecia brincadeiras dançantes no Clube Recreativo, no Automóvel Clube, na Frente Negra e hoje nada acontece. A mocidade não tem para onde ir nos fins de semana e feriados, o que é muito triste. Vamos dar uma guinada e criar alguma coisa?

PIADA DA SEMANA: DIFÍCIL SAÍDA – Dois bêbados cambaleiam ao longo da linha do trem, aparentemente na mesma direção. Caramba, essa escadaria não acaba nunca. Isso não é nada. O que cansa é que o corrimão é baixinho! (Piada infame).