A Voz de Todos - Edição 1063

Publicado em 07/11/2011 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO DA SEMANA: “Se Deus é por nós, quem será contra? Nada!”
AOS “TRANCOS E BARRANCOS” ULTRAPASSAOS MAIS UMA BARREIRA! – Como dizem os mais afoitos, com lutas, algumas vitórias e derrotas, com a graça de Deus, ultrapassamos as barreiras dos oitenta anos e neste 1º de novembro (Dia de todos os Santos, estamos incluídos), completamos mais um aniversário junto aos amigos, parentes, filhos e a nossa querida esposa Teresinha. Agradecemos a todos que nos cumprimentaram e enviaram votos de plena felicidade. Foram anos de lutas titânicas, mas com a ajuda de Deus, cá estamos nós completando mais um aniversário. Obrigado a todos!

CONVITE PARA HOMENAGEADOS NESTE ANO – Mais uma vez nossa Câmara Municipal, em boa hora, nas dependências de nosso prédio de leis, homenageará conterrâneos e amigos, pois durante suas trajetórias de vida demonstraram um amor à nossa cidade e a todos que aqui vivem. Parabéns aos Srs. Marco Aurélio Alves Teixeira, Alceu Salvador, Padre Ronaldo Aparecido Passos, Deputado Estadual Antônio Carlos Arantes, Aquiles Caetano, Nelson Orsolin, Deputado Estadual Carlos Eduardo Venturelli Mosconi, Francisco Rosa e “in memorian” ao nosso ex-pastor da Igreja Presbiteriana Independente de Muzambinho, Luthero Cintra Damião, de saudosa memória. É mais uma vez nossa Câmara de Vereadores lembrando grandes personagens que fizeram parte de nossa gloriosa história. Portanto, contamos com a presença de todos para o maior brilhantismo da solenidade.

MUZAMBINHO SEMPRE SOUBE REVERENCIAR SEUS FILHOS – Desde os primórdios de sua existência Muzambinho sempre soube agraciar seus filhos ilustres, bem como aqueles que por aqui aportaram, fincaram raízes, e cooperaram para o seu engrandecimento, razão pela qual nossa Câmara de Vereadores, todos os anos, relembra tais personagens, e num ato de grandeza dá aos mesmos o “Título de Cidadão Honorário”, o que é muito justo e faz com que famílias sejam relembradas com carinho. De parabéns nossa Câmara de Vereadores, bem como aos familiares dos respectivos agraciados. Portanto, devemos comparecer com alegria e júbilo e receber de braços abertos esses novos conterrâneos, que cada um a seu modo, deu o seu quinhão em prol da cidade e merecem nossos aplausos. Sejam bem vindos ao nosso convívio.

DIAS DE FESTA EM MUZAMBINHO EM NOVEMBRO – Além das homenagens aos novos cidadãos muzambinhenses, no dia 05, às 19:30 horas, será celebrada uma Missa de Ação de Graças na Igreja Matriz e no dia 06, às 21:00 horas, um culto de ação de graças, na Igreja Presbiteriana Independente de Muzambinho. Portanto, todos estão convidados. Eta Muzambinho danada de boa!

MUZAMBINHO SEMPRE FOI UMA CIDADE ABENÇOADA – Quem tiver tempo e procure verificar a história de Muzambinho notará que ela passou por diversas turbulências de ordem política, até pessoal de seus cidadãos, mas no final tudo deu ou dá certo, sinal que nossa cidade é uma comunidade abençoada e com lutas, sacrifícios, no final tudo dá certo e seus filhos, espalhados por todos os rincões da terra, jamais a esquece, e quando tem uma oportunidade voltam ou pelo menos a visitam de quando em vez. Eta terrinha abençoada!

O QUE PRECISA VOLTAR É O FUTEBOL – Muzambinho sempre foi destaque no esporte, mormente no futebol, desde os primórdios de sua existência e lembramos com saudade dos velhos tempos do Atlético, do Comércio, do Alto do Anjo, o Brejo Alegre e dos times da zona rural, que aos domingos lotavam os velhos campos. Será que não é tempo de voltarmos aos bons tempos? Com a palavra os esportistas e autoridades!

ESTAMOS COM SAUDADE DAS QUERMESSES! – Outro ponto alto de nossas festividades eram as quermesses realizadas defronte o Colégio e também perto da Igreja Matriz, com leilões de gabo, comidas típicas, brindes diversos, culminando com a escolha das princesas e rainha da festa. Que saudade das lindas garotas, pois Muzambinho sempre foi a Meca das mulheres bonitas. É ou não é a pura verdade? Lembram das disputas entre Mirtes Gonçalves Siqueira e Nininha Martins? Não sabemos se é o clima ou mesmo a descendência, mas as mulheres de Muzambinho sempre foram lindas e continuam até os dias de hoje. Que tal voltarmos a tais disputas?

E POR FALAR EM DISPUTA, OS JOGOS AZUL E VERMELHO ACABARAM? – A cidade ficava em polvorosa com os jogos entre Azul e Vermelho do Colégio Salatiel, bem o Esparta e Atenas do Colégio Comercial, mas de uns tempos a esta parte um silêncio tenebroso paira sobre todos e ninguém comenta nada! E os jogos e festejos na Escola Agrotécnica acabaram de vez? Uma cidade eminentemente estudantil não pode deixar acabar tais festividades. Avante juventude, solicitem dos diretores tal direito! Ou estamos errados?

E POR FALAR EM ESPORTE, AINDA TEMOS EDUCAÇÃO FÍSICA? – Antigamente, e pensamos que ainda existem as escolas tinham uma cátedra de Educação Física, e todos nós, do menor ao maior aluno, disputávamos provas de atletismo, ginástica, vôlei, basquete, futebol e a cidade ficava toda agitada. Será que tudo caiu no esquecimento ou é feito tão devagar que não se nota? Com a palavra quem de direito!

MUZAMBINHO SEMPRE FOI UMA CIDADE FESTEIRA – Durante os feriados de 07 de setembro, 21 de abril e outros, inclusive no aniversário da cidade, bem como durante os dias santificados, a cidade ficava agitada com disputas, brincadeiras, solenidades cívicas, desfiles e tudo acabou de vez? Até desfiles de cavaleiros, carros-de-bois, veículos gerais; todas as escolas da Zona Rural e da cidade se faziam presentes, mas a uns tempos a esta parte, tudo passa em branco? Será que tudo caiu no esquecimento? Vamos voltar aos bons tempos?

PIADA DA SEMANA: PAI PRA QUE? – Mamãe, mamãe, porque estamos empurrando o carro até o precipício? Fique quieto ou você vai acordar seu pai que está dentro. Mamãe, mamãe, o que é orgasmo? Não sei, querido, pergunte para o seu pai. Mamãe, mamãe, é verdade que descendemos dos macacos? Não sei filho. Seu pai nunca quis me apresentar à família dele. Mamãe, mamãe, se Deus nos dá o que comer, a cegonha traz o bebê e o Papai Noel nos dá os presentes no Natal, posso saber para que serve o papai?