A Voz de Todos - Edição 1057

Publicado em 23/09/2011 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

AGRADECIMENTO IMPORTANTE: DRA. ROSSANA PULCINELLI VIEIRA FRANCISCO – Vamos entrar numa seara particular, e publicamente agradecer nossa sobrinha Rossana, filha de nosso irmão Ivonaldo e Regina, que atua como médico no Hospital das Clínicas de São Paulo, pois nossa esposa Teresinha está lá internada para uma possível cirurgia, e nossa querida Rossana tem nos dado todo o respaldo na sua assistência. É mais uma conterrânea que eleva o nome de nossa cidade por esses brasis afora. Obrigado de coração!
A PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO DE MUZAMBINHO, EXTRAORDINÁRIA! – O mineiro sempre foi hospitaleiro e a “comida mineira” sempre foi elogiada por todos e aqui em nossa cidade temos o restaurante do Márcio, que mantém tal tradição, juntamente com outros restaurantes: Cesário´s e Lá em Casa, e muitos visitantes aportam em nossa cidade para apreciar os pratos ali feitos, por exímios cozinheiros. Parabéns efusivos! Eta Muzambinho danada!

QUE SAUDADE DOS RODEIOS E EXPOSIÇÕES – Muzambinho é realmente uma cidade fora dos padrões normais, pois aqui tudo “começa como leão” e termina como “um gatinho”, haja vista que em tempos imemoriais, tivemos Feira de Artesanato de várias modalidades, exposição de teares, de pássaros, de cães, e tudo parou de repente e mormente nos fins de semana, tudo cai no ostracismo. E os desfiles de cavaleiros e a festa do peão que mexia com a cidade e a região? E as escolhas das rainhas do Azul e Vermelho, da Festa do Peão e nas festas religiosas defronte a Igreja Matriz? Vamos dar uma guinada em tudo e voltar aos bons tempos? Muzambinho sempre foi referência, e das melhores, em toda a região, mas hoje quase nada acontece. Certa vez, até desfile de carros antigos foi realizado com o comparecimento de veículos de localidades distantes. Vamos acordar de vez? Com a palavra as autoridades e responsáveis pelo turismo.

QUE AINDA SALVA É A FOLHA REGIONAL E RÁDIOS – O que ainda temos de positivo é o nosso semanário “FR” que se mantém firme mantendo nossa cidade e região em evidência, e todas as sextas-feiras nos delicia com suas notícias. Duas rádios também mantêm nossa atenção voltadas para as notícias, e Regis Policarpo, Helinho Dipe e os locutores da rádio mantida pela Igreja Católica, nos mantém informados e nos deliciam com suas belas programações.

ASFALTO NA AV. AMÉRICO LUZ, UMA ILUSÃO? – Vamos continuar em nossa campanha, que vem se arrastando há muitos anos, ou seja: asfaltamento de nossa principal artéria. Se o atual prefeito Esquilo não pensa e sua equipe também, em asfaltá-la, teremos que continuar a ter rachaduras em prédio, barulho ensurdecedor quando passa algum veículo. E o progresso onde fica? Vamos pensar grande e deixar os “famigerados granitos rosa” (como diz um famoso personagem) a provocar solavancos? Como dizem: “a esperança é a última que morre” e vamos continuar em nossa jornada, até que possa acontecer tal milagre!

E AS TARDES ESPORTIVAS, FICARÃO SOMENTE NA LEMBRANÇA? – Alguém já disse: “Muzambinho a terra que tinha” e infelizmente temos que concordar com ele, pois o muzambinhense vive no passado, que, aliás, é muito lindo. Onde estão os grandes jogos que lotavam o Estádio Antônio Milhão, os campos do Alto do Anjo e Brejo Alegre, e também na zona rural? Hoje não se comenta nada a respeito e até parece que tal esporte não existe. Temos diversos estabelecimentos de ensino, incluindo a tradicional e respeitada Escola Agrotécnica que sempre nos deu grandes craques e hoje nada acontece. Que pena! Não existem professores de educação física em nenhuma escola? Com a palavra quem de direito! Na Prefeitura não existe uma Secretaria para tal fim? Alô Prefeito Esquilo, lembre que quando jovem Vossa Excelência jogava futebol e até recebeu tal apelido quando atuava, ou estamos errados? E as famílias que formavam grandes craques, tais como Montanari, Boreli, a nossa própria. Que saudade quando o estádio, ou melhor, nossos campos ficavam lotados e assistíamos grandes pelejas. E os campeonatos, quando os times da zona rural entravam com tudo? Muzambinho já teve grandes tardes, mas de uns tempos a esta parte tudo ficou no passado e no esquecimento. Vamos acordar de vez? A Escola de Educação Física ainda existe? Achamos que estamos fora de sintonia, pois nada acontece ou estamos fora de órbita!

E AS FESTAS DE BARRAQUINHAS E SORTEIOS, ACABARAM DE VEZ? – Muzambinho está mais parecendo aquelas vilas e cidades de filme faroeste, quando todos saiam e ficavam desertas, com moitas de capim seco rolando com o vento. Vamos dar uma guinada e voltaremos aos bons tempos? Uma cidade eminentemente estudantil, com centenas de alunos de ambos os sexos, não ter nenhuma competição esportiva, é de doer e nos dá uma tristeza sem comparação. Aliás, uma pergunta que todos fazem: não existem aulas de educação física nas escolas, em todos os níveis? “Men sana in corpore sano” é uma frase latim, que devia ser usada obrigatoriamente nas escolas, ou estamos equivocados? Se estiver errada a frase de nosso parco latim, que desculpem. No nosso tempo de aluno no Ginásio, o latim era obrigatório, mas já esquecemos parte. É a idade!

QUE TAL NOSSAS ESCOLAS MANTEREM UM JORNAL? – No nosso tempo de estudante no Cesário Coimbra, tínhamos um jornal mensal de nome “Louva Deus” e éramos seu redator, de saudosa memória. Que tal as escolas editarem um jornal mensal ou como quiserem, a fim de incentivar os alunos na arte de pesquisar e escrever? Vamos acampar tal idéia? Com a palavra os diretores, professores e os alunos os mais interessados. Escrever, pesquisar e traduzir pensamentos, ainda é a melhor maneira de descobrir pessoas dotadas nessa arte. Vamos experimentar? Até a Escola Agrotécnica deveria ter um jornal. Não é uma boa idéia?

MUZAMBINHO E SUAS LINDAS MULHERES! – Muzambinho sempre foi um celeiro de lindas jovens e no nosso tempo de jovem (faz muito tempo), tínhamos disputas fantásticas, pois nossa cidade sempre era o berço de lindas garotas. Lembramos com saudade de Mirtes Gonçalves Siqueira, Nininha Martins, Alda Pinho, Silvia Varoni. Será que teremos que viver sempre no passado? Hoje temos lindas jovens e que tal um novo concurso? Beleza é fundamental já dizia um grande filósofo! Temos lindas garotas hoje e elas precisam ser reverenciadas! Com a palavra os “festeiros” de plantão!

AINDA BEM QUE TEMOS O CARNAVAL – Uma festa tradicional o nosso carnaval tem mantido nossa cidade em evidência e a cada ano se supera, e esperamos que pelo menos isto não caia no ostracismo. Esperamos que as escolas de samba e blocos mantenham suas tradições e que no próximo ano tudo seja ainda melhor. Com a palavra os presidentes e componentes das escolas. Esperamos que a Prefeitura mantenha sempre o incentivo financeiro para que tudo saia perfeito. Não podemos perder mais esta festa, não é mesmo? Vamos aguardar!

PIADA DA SEMANA: MUDANÇA DE SEXO – O sujeito fica encarregado de dizer ao amigo que seu filho mudou de sexo. A situação é chata e o sujeito estuda a melhor maneira de contar a novidade para o amigo. João, eu tenho duas notícias sobre o seu filho, uma boa e outra ruim. E o amigo: João, eu tenho duas notícias sobre o seu filho, uma boa e outra ruim. E o amigo: comece com a ruim. O sujeito não alivia: O seu filho é um travesti. O amigo fica transtornado: Meu Deus, que desgraça, o que vou dizer a minha esposa e aos amigos? E a boa notícia: E o sujeito: ontem ele ganhou o concurso de Rainha da Primavera. Depois destas!...