A Voz de Todos - Edição 1055

Publicado em 09/09/2011 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO DA SEMANA – PRECONCEITO JAMAIS – “Opiniões fundadas em preconceitos são sempre sustentadas pela violência” (Jeffey)

SEMANA TRISTE: MUZAMBINHO DE LUTO – A semana que se passou foi muito triste para todos nós de Muzambinho, pois muitos de nossos conterrâneos e amigos partiram para a eternidade, deixando um vazio na cidade. Waldemar Anderson, Mário Martiniano, Domingos Mazzilli, Odete Ribeiro, faleceram e foram sepultados na presença de amigos e parentes. É um fato normal, pois algum dia também partiremos, mas é muito difícil para que seja assimilado quando entes queridos nos deixam. Que Deus os tenha recebido em paz é o nosso maior desejo, e que dê conforto aos parentes de tão ilustre e queridos amigos.

CALÇAMENTO (ASFALTO) DE NOSSA AVENIDA, AGORA SAI? – Desde longa data que com entusiasmo pleiteamos em todas as administrações que se faça um estudo para o asfaltamento de nossa principal artéria, a Avenida Dr. Américo Luz, o “coração da cidade”, mas entra administrador e sai, nenhuma providência ou mesmo um comentário ou estudo é feito, e nosso mais lindo e tradicional logradouro público ficam com seus paralelepípedos fazendo um barulho enorme com o tráfego de veículos e provocando rachaduras nas casas. Será que algum dia uma “mente progressista” pensará pelo menos fazer um estudo a respeito? Aguardamos notícias!

PREFEITO ESQUILO: NOSSA ÚLTIMA ESPERANÇA! – Temos em mente que o atual prefeito Sérgio Paoliello, o famoso “Esquilo” deixará sua marca mais uma vez, fazendo um estudo para que nossa Avenida seja asfaltada, e posteriormente a Rua Tiradentes e Praça Pedro de Alcântara (Jardim). Precisamos caminhar com o progresso e o tempo dos paralelepípedos já passou, como a terra batida. Vamos pensar pra frente?

E O NOSSO FUTEBOL, ACABOU DE VEZ? – Vamos repetir até a exaustão, batendo na mesma tecla, pois muitos estão com saudade das tardes futebolísticas no Antônio Milhão, na Barra Funda, Alto do Anjo, Brejo Alegre e na zona rural. Onde estão os esportistas? Com a palavra os Secretários de Esportes e também da Educação. Muzambinho sempre se destacou na área esportiva na região, mas de uns tempos a esta parte não se ouve mais nada. E as disputas de Azul e Vermelho do Colégio Salatiel; e o Esparta e Atenas? Não podemos deixar que tais modalidades sejam esquecidas. E como fica a mocidade? Muzambinho sempre foi o berço de grandes esportistas, mas agora está tudo esquecido? Não tem mais professores de Educação Física nos Colégios e Grupos Escolares, inclusive nas escolas rurais? Aguardamos notícias e providências!

E OS “SARAUS” DA  AGROTÉCNICA, PARARAM DE VEZ? – Que saudade dos saraus promovidos pela nossa querida e tradicional Escola Agrotécnica, com belíssimos trabalhos dos alunos e professores. Será que temos que conviver com o péssimo título de “Muzambinho a cidade que tinha?”. Precisamos reativar tais festividades. E as fanfarras do Colégio, da Escola Agrotécnica, encerraram suas atividades? Lembram que até na Escola D. Chiquinha, do Brejo Alegre, tínhamos alunos entusiasmados a respeito.

ESPERAMOS QUE PELO MENOS O CARNAVAL NÃO ACABE – Seria catastrófico que também o nosso carnaval, que já é considerado o melhor da região, caísse no esquecimento e acompanhasse “o que tinha”! Aguardamos com ansiedade que todas as escolas mantenham-se firmes e procurando sempre inovar e melhorar para que a cada ano se superem e tragam milhares de pessoas para assistirem os desfiles. Que nosso Departamento ou Secretaria de Turismo esteja sempre atenta e coopere para o êxito de nosso carnaval e também outras festividades.

MUZAMBINHO CENTRO ESTUDANTIL POR EXCELÊNCIA – Nossa cidade desde os primórdios de sua existência foi considerada a cidade cultural intelectual, onde grandes poetas, professores, políticos, belas mulheres, homens inteligentes, não pode e não deve se deixar cair no ostracismo. Quem lê ou conhece a história de Muzambinho vê que num passado não mui distante foi considerada a “Meca do Ensino” em Minas Gerais e quiçá do Brasil, sendo comentada em prosa e verso nos anais pátrios. Grandes homens e mulheres, em diversos níveis intelectuais, políticos e no esporte se destacavam e quando se falava o nome de Muzambinho era motivo de orgulho e respeito. Vamos voltar aos bons tempos? Com a palavra quem de direito!

O MAIOR DESTAQUE DE MUZAMBINHO HOJE: COMER BEM – Pelo menos com que concerne ao “comer bem”, nossa querida Muzambinho se destaca e muitas pessoas de fora, aos domingos e feriados, congestionam nossos restaurantes, onde a “comida mineira” é tratada com carinho e os proprietários se esmeram no bom servir. Muzambinho sempre se destacou no setor alimentação, onde o “tutu de feijão”, a “macarronada italiana”, a “couve com farinha”, o “angu”, o “quiabo”, o “frango ao molho pardo ou a passarinho”, são guloseimas de dar água na boca. E a “leitoa assada” então? Como dizem os espanhóis: “que venga”, pois os nossos restaurantes são os melhores da região, e quem nos visita uma vez, fica freguês e volta sempre!

E AS FEIRAS, ACABARAM DE VEZ? – Há alguns anos nossa cidade fervilhava de visitantes para assistir as feiras de artesanato, de cães, de flores e de teares, incluindo obras de pintores da cidade, com destaque a Estevão Bortolotti e Mauricio Brichesi, entre outros. Precisamos, ou melhor, a Prefeitura precisa incentivar nossos artesãos e artistas em geral para que exponham suas obras na Casa da Cultura, ou mesmo na quadra do Colégio Salatiel. Vamos voltar aos bons tempos?

62 ANOS DE CASADOS – Com a graça de Deus, no dia 08 do corrente completamos, Teresinha e nós, 62 anos de casados com lutas, algumas derrotas, mas com muitas vitórias ao lado dos filhos Iara Lúcia, Carlos Albrto, Paulo César e noras Daniela, Regina e Ricardo, a filha adotiva Benê, netos e bisnetos.

PIADA DA SEMANA: FILHO DE PAI FEIO – O novo pai sai da maternidade, encontra um amigo e, entusiasmado, diz: Rapaz, o meu filho é a minha cara. O amigo não perde a chance e diz: Não tem importância. O importante é ter saúde!