A Voz de Todos - Edição 1011

Publicado em 29/10/2010 - vonzico - Ivon W. Vieira (Vonzico)

PENSAMENTO DA SEMANA – “Não desanime jamais! Sempre é tempo de recomeçar. Experimente!” (Ditado popular)
ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE: DILMA OU SERRA – No dia 31 do corrente todos os brasileiros irão às urnas para escolher o Presidente do Brasil, e parece que tanto um como o outro (Serra e Dilma) estão imbuídos em fazer um bom governo, razão pela qual o país será bem representado. Todos nós temos nossas preferências e devemos comparecer e dar o nosso voto. Somente esperamos que o que for eleito cumpra pelo menos 10% do que prometem, pois falar é muito fácil, mas depois de eleitos começam a dar desculpas e mais desculpas. Portanto, vamos votar e que no final o vencedor faça realmente um bom governo para o bem do país e de todos nós. Que Deus nos proteja!

REFORMAS NA AVENIDA - Em nosso nome e de todos os muzambinhenses que nos procuram e reclamam, pedimos ao Prefeito ou mesmo aos responsáveis que procurem resolver tal problema e façam uma reforma total nas quadras da avenida Américo Luz, mormente nas duas que ficam ao lado do Colégio Salatiel. Será que é pedir muito? Com a palavra quem de direito! Pelo menos coloquem grama. Será que ninguém vê? Lamentável!

NOSTALGIA, UMA PALAVRA TRISTE – Quem viveu, como nós, quando Muzambinho era considerada a melhor e mais comentada cidade do Sul de Minas Gerais, não só no âmbito escolar, mas das tradicionais festas, quermesses, leilões de gado, concurso de beleza de suas lindas filhas, e hoje vemos uma cidade triste, sem perspectivas de progresso, meio estagnada, fico triste e apreensivo com o futuro. Que tal darmos uma guinada e fazer voltar aos bons tempos? Devemos preservar o nosso carnaval, que é realmente o melhor da região, relembrar os bons tempos e dos filhos ilustres espalhados por esses Brasis afora. Que nossas autoridades deixem de lado as “picuinhas” e “briguinhas” de ordem política, e em uníssono trabalhem para que Muzambinho volte aos seus gloriosos dias de fama e reconhecimento de seu potencial, não só no âmbito estudantil, mas também com dignos representantes na política local, mas também no Estado e no País. É pedir muito?

ATÉ NO ESPORTE MUZAMBINHO ERA RESPEITADA! – O time de futebol de Muzambinho, nos áureos tempos, tinha a alcunha de “Leões do Sul”, com jogadores de renome nacional, tais como Vicentinho Rondinelli, que jogou no Fluminense do Rio de Janeiro; Sebastiãozinho Pereira, Antônio Milhão, João de Castilho, Broim Abdala, Goimy, Quita, Bizinho Zeitune, Arthur Bonelli, Márcio Delega, Merquinho Montanari, Peixeiro e mais para a frente: Adolfo Vieira (Corote) o ponto máximo, com destaque em todo o Brasil; e muitos outros, inclusive no Batalhão de Militares: Renê, Lizes, Toniquinho, Nen Tatu. Tivemos a satisfação  e honra de compartilhar na seleção de Muzambinho, formando a ala esquerda da cidade com o grande Corote. Poderíamos dar exemplos de famílias que deram verdadeiros craques, tais como Montanari, nossos irmãos Nadinho, Ivan Surdão, Biluca e Valmo. Pedimos perdão que esquecemos alguns, mas Muzambinho sempre foi um celeiro de grandes jogadores, inclusive a Escola Agrotécnica, com Paulistinha, Goiaba, Cuiabano, Ézio, João da Marta, Ibrahim e muitos outros que nos fogem da memória no momento, mas que deram seu quinhão. Não podemos esquecer das jovens que ao lado de Hirma Salomão, formavam uma grande equipe de basquete: Iolanda Carnevalli, Helena Rezende, Teresinha (nossa esposa), Oneida Rodrigues, Nininha Martins e tantas outras que sempre representaram bem nossa cidade nas competições e que lotavam a quadra do Colégio. As disputas entre o Azul e Vermelho do Colégio Salatiel eram memoráveis e dividiam a cidade durante toda a competição. Tivemos o privilégio de defendermos o partido do Azul quando fomos alunos em 1937. A saudade mata a gente, dizem os poetas!

A BELEZA DA MULHER MUZAMBINHENSE SEMPRE FOI DESTAQUE – Nos bons tempos das quermesses, jogos de Azul e Vermelho do Colégio Salatiel e nas Festas Juninas e da Igreja Matriz, o ponto maior era a escolha da rainha, e não devemos esquecer de duas muzambinhenses que eram lindas e dividiam a cidade: MIRTES GONÇALVES E NININHA MARTINS. Eram duas jovens que arrebatavam nossos corações e ora ganhava uma ora a outra, pois eram lindas, com uma beleza suave, diferentes uma da outra, e a cidade ficava em polvorosa durante a eleição. A escolha era difícil, pois ambas eram lindas, diferentes fisicamente, mas cada qual tinha atributos que se destacavam. Aliás, Muzambinho sempre se destacou pela beleza de suas filhas até os dias de hoje. Será o clima ou a genética? Puxando a sardinha pro nosso lado, nossa filha Iara Lúcia também fez furor na sua juventude. Muzambinho sempre se destacou na área feminina, não só na beleza física, mas também na área educacional. Eta mulherada bonita! O exemplo atual é quando temos que escolher uma “rainha do rodeio”, pois cada uma delas é mais bonita que a outra e torna-se difícil a escolha. Coitado dos jurados! Mais para trás, Silvia Varoni era lindíssima e Alda Pinho também!

NOSSOS 85 ANOS DE EXISTÊNCIA! – Com a graça de Deus no dia 1º de novembro corrente completamos 85 anos de idade, com lutas, vitórias, algumas derrotas, mas com a consciência tranqüila de termos sempre procurado agir dentro das leis divinas, comentando alguns erros, ma sempre no intuito de acertar, sem jamais procurar fazer mal a quem quer que seja. Aproveitamos a oportunidade para pedir desculpas sem em algum momento, em nossos comentários, cometemos algumas injustiças, mas sempre procuramos agir certo e com dignidade. Agradecemos a Deus por tudo que nos deu inclusive à família e aos amigos, que graça ao Criador, os temos em profusão.

PIADA DA SEMANA: O LOUCO SUICIDA – O louco se atira do terceiro andar do hospício. Logo junta uma multidão em volta dele e um sujeito, percebendo que ele ainda estava vivo, pergunta: O que aconteceu cara? E o louco respondeu: Não sei! Estou chegando agora!