OS AGROTÓXICOS ESTÃO NA CONTRAMÃO

Publicado em 26/07/2019 - vitor-hugo - Da Redação

OS AGROTÓXICOS ESTÃO NA CONTRAMÃO

Mesmo quem não é motorista, sabe identificar perfeitamente as vias que chamamos de mão e contramão, basta só  observar que os veículos estão circulando nos sentidos únicos e obrigatórios. É praticamente impossível  andar em sentido contrário, mesmo porque o infrator seria duramente alertado com faróis e  buzinas  por outros motoristas por estar colocando em risco a sua própria vida e de outras pessoas. O uso intensivo de produtos químicos, adubos hidrossolúveis, herbicidas, inseticidas, fungicidas  irrigação e mecanização ganharam maior impulso após o término da segunda grande guerra, da década de cinquenta até a década de setenta, com a chamada “revolução verde”, tudo que era possível fazer de errado...foi feito. Existe um dito popular que diz : “ só se aprende errando...aquilo que você faz certo...você já sabia...portanto não aprendeu...!” e outro que diz : “ errar é humano ... não podemos é permanecer no erro “.Técnicas importadas que vieram junto com os tratores e implementos, e até mesmo os imigrantes que nada conheciam do nosso clima e solo, aqui difundiam seus poucos conhecimentos embasados no clima temperado que nada tem a ver com o nosso clima tropical, hoje estamos nos tornando referencia na produção de alimentos em quantidade, mas, o mundo não quer mais venenos, como se diz: “o povo já esta escaldado.” A preocupação dos consumidores europeus, norte americanos, asiáticos enfim de todo o mundo com a qualidade de seus alimentos levou os agricultores orgânicos a criarem selos de qualidade em suas embalagens como um atestado de sanidade e isenção de venenos, quem garante a procedência dos produtos são as federações e associações de produtores, também inspecionadas pelas empresas importadoras , que definem as normas e diretrizes de qualidade a serem seguidas. O sistema funciona muito bem, as regras são rígidas e o mercado esta em franca expansão no mundo todo criando uma relação de confiança e respeito entre produtores e consumidores. Mas para nossa indignação, há poucos dias, ouvimos pelas redes sociais uma declaração explicita de um apresentador de jornal das grandes redes de televisão a favor do uso irrestrito de agrotóxicos em todo pais, ele, o apresentador  merece desconto como pessoa, porque não sabe do que esta falando...,mas como porta voz de uma empresa, formador de opiniões, esta andando completamente na contramão, porque o mundo esta caminhando no sentido de encontrar alimentos limpos,... O caso é sério, basta observar o congestionamento do sistema de saúde em todo o país. Por falar em contramão,...o Ministério da Agricultura aprovou esta semana, o registro de mais 42 agrotóxicos...em seguida, de um dia para o outro ,mais 51 agrotóxicos totalizando só neste ano, 262 novos agrotóxicos, sendo que 18% deles de altíssima periculosidade, proibidos em diversos países  e o pior que esta defendendo a aprovação de agrotóxicos genéricos para baratear o custo dos venenos no Brasil. Significa que as fábricas estão autorizadas a fornecer princípios ativos para fabricação de produtos já registrados segundo o coordenador geral de agrotóxicos e afins da secretaria de defesa agropecuária, seguindo medidas de desburocratização da Anvisa (Agencia nacional de vigilância sanitária ). Trocando em miúdos, o objetivo seria popularizar o uso dos venenos... data vênia, estou entendendo que teremos que comer todos estes agrotóxicos...porque para exportar tem que ser alimento limpo...!!!  e já somos campeões no ranking mundial de consumidores de venenos, e um dos lanternas em saneamento básico . A vida muitas vezes nos envolve em tensões entre valores importantes, mas o mais importante é que estejamos em paz com a nossa consciência, mesmo que as escolhas sejam difíceis ... porem seria hipocrisia de nossa parte comungar com a contaminação do solo e da água da nossa pátria, com o envenenamento de nossos próprios irmãos, inocentes e desavisados...por dinheiro nenhum do mundo faríamos isto...senhor apresentador...!!! O que não é bom para nós, não desejamos ao nosso semelhante. Como ficaria a nossa consciência,... se como  técnico, recomendássemos que o senhor levasse venenos para sua propriedade, aplicasse nas lavouras... e depois levasse o alimento para sua mesa, para ser consumido pela sua família !!!

VITOR HUGO NASCIMENTO