A PAISAGEM RURAL

Publicado em 12/09/2019 - vitor-hugo - Da Redação

A PAISAGEM RURAL

Com o crescente interesse das pessoas em busca de espaço, privacidade e liberdade longe dos tumultuados centros urbanos, sem abrir mão do conforto que a vida moderna hoje pode proporcionar, o paisagismo rural se torna um tema de alta relevância para que estas ocupações  de áreas onde a natureza ainda esta, digamos assim, preservada ,sejam ocupadas com muita sabedoria , dada a fragilidade e complexidade do sistema ecológico que margeia as cidades . Os loteamentos  estão  dilatando as  cidades e  caminhando desenfreadamente  rumo ao meio rural, começam  com sítios que se transformam em chácaras e finalmente se desdobram em pequenos lotes, uma ocupação indiscriminada e unilateral  complicando ate para que as administrações municipais consigam acompanhar com  a infraestrutura  básica e necessária, este  inchaço urbano  que esta acontecendo em todo o pais. Deixamos claro  que somos a favor do desenvolvimento, porem preocupados  com os   inevitáveis impactos  de grandes  proporções que certamente serão gerados, caso não sejam priorizadas medidas efetivas e abrangentes envolvendo todos os segmentos da sociedade ,principalmente a educação...uma educação  que ultrapasse  as paredes das salas de aulas  e até mesmo os muros das  escolas atingindo o poder publico e os órgãos responsáveis pela destinação das redes de esgoto e lixo urbano .A paisagem rural precisa ser preservada na sua essência ,longe da poluição visual , longe da poluição sonora ,para que se possa ouvir o pio da coruja e a orquestra dos sapos e pererecas . Acordar  com  cantar do galo , abrir a janela e ver o romper da aurora projetando as montanhas no horizonte infinito  onde os raios do sol  refletem o verde da relva e o azul do céu. Um  encontro  com a natureza  onde  o silêncio é o melhor companheiro e a meditação o melhor remédio. Fazer com que este sonho se torne realidade não custa muito dinheiro, é questão de capricho, bom gosto, criatividade e  sobretudo disposição, vontade de trabalhar , paciência  e conhecimento para organizar os elementos naturais  de maneira que o lazer ainda gere lucros  com a exploração produtiva do solo . O prazer de poder produzir e colher um alimento saudável, biologicamente completo... é uma terapia ocupacional cientificamente  comprovada .Chamamos de  paisagem rural a composição dos campos de cultivo, as reservas de preservação  permanente, nascentes , rios , manguezais e ainda as áreas destinadas às edificações  residenciais ,barracões ,silos , currais ,áreas para criação de pequenos animais ,açudes para criação de peixes , enfim , todo o conjunto que forma a propriedade, não só buscando a sustentabilidade  e a preservação de seus recursos naturais, mas  ainda proporcionando  aos olhos do visitante a beleza natural de suas  raízes culturais. Muitos elementos simples podem causar grandes efeitos paisagísticos  em uma propriedade rural, o carro de boi , uma cerca de bambu bem trabalhada, uma casa de sapé, um muro de adobos , uma moita de bambu, um alicerce de pedra, uma porteira, um forno, um monjolo, uma roda d’agua  e até mesmo um tronco de arvore  e para complementar  os gramados e flores forrageiras , o cipó de São João, as orquídeas nativas , as frutas do campo, amoras , gabiroba, araçá, e as frutas  do pomar que deveriam estar presentes em todo projeto paisagístico . Quando de nossa passagem pelo então Colégio Agrícola,( 1990/1995)  , proporcionamos aos alunos um curso de jardinagem e paisagismo, dada a importância que sempre consideramos de que o técnico deve  saber como interferir nesta PAISAGEM  UNIVERSAL... , este belo planeta azul que Deus nos legou. Uma das normas  que sugerimos  que os alunos  anotassem na contra capa do caderno, foi esta : “Ao aproximar-se da natureza ,passe a fazer parte dela, e serás eternamente gratificado.”   


(VITOR  HUGO )