A ESPETACULAR FLORADA DOS CAFEZAIS

Publicado em 11/10/2019 - vitor-hugo - Da Redação

A ESPETACULAR FLORADA DOS CAFEZAIS

Por capricho da natureza a florada do café acontece sempre aos  domingos, é um convite para um descontraído passeio pelos carreadores da lavoura ... melhor  descer do carro para encher os pulmões  com o suave e característico  perfume  e ouvir o conturbado zumbido dos insetos em busca do néctar .Estes bons momentos de reflexão permite-nos vislumbrar três cenários bem distintos ,sendo o primeiro como já nos referimos ,a beleza exuberante que impressiona pelo vigor do maciço floral, prenuncio da uniformidade no desenvolvimento dos grãos que trará ,sem duvidas, reflexos positivos na qualidade física e sensorial do café. O segundo cenário mostra a perseverança do café de montanha em solo de relevo acidentado, altitudes  elevadas ,maior densidade de plantio , podas e colheitas  artesanais ,que vemos como fatores importantes  e exclusivos na produção de cafés especiais . E um terceiro cenário que é o da cafeicultura em áreas mais assentadas totalmente mecanizadas do plantio ate a colheita .Apesar das diferenças , são duas janelas voltadas para a visão de  um mesmo horizonte que é a preocupação com a produtividade , a qualidade e a lucratividade , ajustar estes três fatores ..., eis a questão . A florada intensa é um fator de suma importância a ser considerado por ser  a expressão máxima do potencial genético produtivo da variedade de café que foi implantada, mas não é tudo, é importante que seja analisado o fator rusticidade que representa a performance  da lavoura no desenvolvimento de ramos  que irão dar sustentação para a formação  perfeita dos grãos com todas as qualidades, é a relação folha/fruto, que vai transformar o ovulo em ovo . A saber, flor de café não é  café ... é  pura especulação fazer previsão de safra , baseado em florada ...Uma grande florada como esta que estamos vendo mostra que a planta fez com muita competência a parte dela , como falamos acima , a natureza ,com todas as agressões que vem sofrendo com as emissões de gases e agrotóxicos , contribuiu generosamente , proporcionando uma estação de inverno bem definida com um stress e quebra de dormência e amplitude térmica do jeito que o café gosta. Fica agora para o produtor  responder: será  que a sua parte foi  feita? Quem vai dar o aval  é a própria lavoura de café ,fazendo com que o sonho da florada se torne realidade ,em cada flor um  fruto . Que assim  seja ! 

(VITOR  HUGO )