Minas Gerais registra menores índices de ocupação de leitos por covid-19

Publicado em 28/09/2020 - saude - Da Redação

Minas Gerais registra menores índices de ocupação de leitos por covid-19

Taxa é um dos indicadores utilizados para avaliar a situação da doença no estado

 

Em coletiva virtual na segunda-feira (28/9), o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, destacou que o estado apresenta, atualmente, os menores índices de taxa de ocupação por covid-19. “Temos uma ocupação média dos leitos de UTI de 61,33%, com 845 pessoas internadas com suspeita da doença. São os menores índices desde o pico da pandemia, em julho”, disse.

A taxa de ocupação de leitos é um dos indicadores monitorados diariamente pelas equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) para avaliar a situação da covid-19 em Minas. Atualmente, estão cadastrados no SUS fácil 21.062 leitos de enfermaria e 3.961 leitos de UTI no estado. A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 61,00% e de leitos de enfermaria está em 59,98%.

O secretário adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, destacou que o planejamento foi essencial para estruturar a rede assistencial em Minas, com ampliação de leitos de UTI e de enfermaria desde o início da pandemia. “Conseguimos, até o momento, nos antecipar ao surgimento das necessidades para garantir o atendimento adequado aos mineiros”, explicou.

 

Cenário

Até o momento, foram confirmados 290.137 casos de covid-19 em Minas Gerais e 7.240 óbitos. Ao longo da coletiva, Carlos Eduardo Amaral reforçou a importância de que todos sigam as recomendações para prevenir a doença, fazendo uso de máscara, de álcool gel e respeitando o distanciamento.


SEGOV