Estresse e exaustão permeiam rotina nos laboratórios

Publicado em 05/04/2021 - saude - Da Redação

Estresse e exaustão permeiam rotina nos laboratórios

No momento em que a pandemia atinge seu auge no país, com mais de 70 mil casos confirmados da Covid-19 por dia, a exaustão não afeta somente os profissionais que têm contato direto com os pacientes. Por conta da grande alta no número de exames, aqueles que atuam nos laboratórios de diagnósticos também estão exaustos. 

Plantões acrescidos ou horas extras e férias remanejadas fizeram parte dos últimos 12 meses para técnicos, bioquímicos, médicos patologistas e profissionais que realizam os exames. Ao longo dos meses, a tecnologia voltada para o diagnóstico da Covid evoluiu, mas não substituiu a importância de uma mão de obra especializada no processo. Quanto antes sai o resultado, maior é a eficiência no isolamento de pacientes positivados. 

No momento em que a pandemia atinge seu auge no país, com mais de 70 mil casos confirmados da Covid-19 por dia, a exaustão não afeta somente os profissionais que têm contato direto com os pacientes. Por conta da grande alta no número de exames, aqueles que atuam nos laboratórios de diagnósticos também estão exaustos. 

Plantões acrescidos ou horas extras e férias remanejadas fizeram parte dos últimos 12 meses para técnicos, bioquímicos, médicos patologistas e profissionais que realizam os exames. Ao longo dos meses, a tecnologia voltada para o diagnóstico da Covid evoluiu, mas não substituiu a importância de uma mão de obra especializada no processo. Quanto antes sai o resultado, maior é a eficiência no isolamento de pacientes positivados. 

Por CINTHYA OLIVEIRA - o tempo