Fiscalização notifica comércios que estão desrespeitando os decretos de combate ao coronavírus em Guaxupé

Publicado em 09/04/2020 - regiao - Da Redação

Fiscalização notifica comércios que estão desrespeitando os decretos de combate ao coronavírus em Guaxupé

Somente em 12 horas, 64 denúncias foram encaminhadas à Secretaria de Segurança 

Após publicação do novo Decreto de Quarentena, que teve início na quarta-feira (08)  até o dia 22 deste mês, as equipes de fiscalização passaram atuar mais intensamente juntamente com a Polícia Militar e Guarda Municipal, buscando manter a ordem pública. Apesar da comunicação que vem sendo veiculada e as inúmeras orientações para que as pessoas fiquem em casa e saiam somente em casos de extrema necessidade, alguns comerciantes tem aproveitado o movimento nas ruas provocado pelo recebimento dos salários no início do mês rua para abrir, de forma contrária à lei, os seus estabelecimentos comerciais. O trabalho de fiscalização que iniciou na quarta-feira será estendido até o último dia da quarentena. Em aproximadamente 12 horas, foram mais de 64 denúncias feitas pelo telefone 153 da Guarda Municipal e Vigilância Sanitária, sendo que algumas lojas foram fechadas por ordem policial. 

De acordo com o Secretário Municipal de Segurança, Major Márcio Nunes Teófilo, o objetivo não é impedir que as pessoas trabalhem, mas que elas possam se adequar a conformidade da lei: “Se observarmos os decretos, todos podemos trabalhar, desde que respeitando as regras de segurança em saúde para evitar o contágio pelo coronavírus entre as pessoas. Por exemplo, se um restaurante atendia de portas abertas, antes do decreto, hoje ele continua atendendo, só que de portas fechadas, fazendo as entregas por delivery ou de maneira que o consumidor possa passar na porta e retirar seu marmitex”, explicou. 

O Governo Municipal tem incentivado o delivery para o comércio local: “Entendemos a possibilidade que os impactos negativos podem causar na economia do Brasil e do mundo. Por isso, estamos promovendo o máximo de isolamento social, garantindo a manutenção dos serviços essenciais e preservando a máxima de nossa economia, mas sempre tendo a saúde da população como prioridade e disso não abriremos mão. Precisamos salvar vidas e depois buscar junto ao Governo do Estado e Governo Federal maneiras de reaquecermos a nossa economia”, disse Artur Gonçalves Filho, Secretário de Governo e membro do Comitê de Combate ao Coronavírus. 

“Nosso Comitê tem trabalhado incansavelmente para buscar fazer o melhor para Guaxupé e toda população, procurando ouvir todos os seguimentos, evitando enfrentamento, mas sem ceder à pressões. A grande maioria tem respeitado e entendido a necessidade de ficar dentro de casa e só sair em caso de extrema necessidade. Infelizmente outras pessoas não. Quanto ao comércio, seguiremos a fiscalização de forma intensa. Como eu disse, podem trabalhar, desde que respeitadas as regras, seja um trabalho de portas fechadas, um atendimento por telefone, por rede social ou aqueles autorizados de portas abertas, respeitando a distância entre as pessoas.”, finalizou o prefeito Jarbinhas.


ASCOM