Que trem é esse, uai?

Publicado em 12/02/2021 - raul-dias-filho - Da Redação

Que trem é esse, uai?

Se tem uma coisa que nos identifica é o jeito de falar. E quando digo ‘nos identifica’ me refiro a nós, mineiros do interior. A nossa fala tem um ritmo diferente, mais arrastado, mais calmo, meio preguiçoso até. E que nos acompanha por toda a vida e por todos os lugares, confirmando aquele ditado ‘você pode até sair de Minas, mas Minas não sai de você’.  E não é só o jeito de falar. É o que falamos também. O ‘uai’, por exemplo, é tipos um identificador de mineiros. Em qualquer outro estado do Brasil, e aí pode ser na praia, no shopping, na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê, pintou um ‘uai’ na conversa já vem o veredito: ‘fala aí, mineiro!’ O uai nos denuncia! Na praia, por exemplo, se o vendedor de queijo de coalho passa e oferece, a conversa acontece assim: 

-“Vai um queijinho aí? 
- Uai, depende. Esse queijo de cuaio é daonde? 
- É de Minas! 
- Opa! Então é dos mió, uai!” 
Percebeu que o ‘uai’ uma hora aparece no começo da frase e depois, no fim? Isso acontece porque o ‘uai’ tem vários significados. Ele pode representar dúvida, medo, irritação, alegria, enfim, uma infinidade de sentimentos e sensações. O que vai diferenciar um ‘uai’ de outro ‘uai’ é o lugar onde ele vem na frase, se no começo, no meio ou no fim, e da maneira que ele é pronunciado. Quando temos alguma dúvida, falamos assim:
- “Uai, que isso?” 
Dúvida com desconfiança: 
-“Que isso, uai?” 
Irritação, já alterando o tom de voz, o que da direito a dois uais: 
-“Uai, que isso, uai?!?!” 
Medo ou tipos um 'sartei de banda': 
- “Uai! Vorta cueio!” 
Dizem que a palavra surgiu quando os ingleses vieram para Minas gerenciar os garimpos de ouro e esmeraldas. Como não conheciam muito do jeito mineiro de ser e viver, toda hora perguntavam ‘porque isso’ ‘porque aquilo’ e a palavra ‘porque’ em inglês é ‘Why’, que é pronunciado exatamente assim: uai. Aí o mineiro gostou, começou a ‘arremedar’ eles e o ‘uai’ se tornou essa referência que é hoje. Mas não é só o ‘uai’ que entrega o mineiro, não. Tem outra palavra que nós adoramos falar e que, para nós, é sinônimo de quase tudo que existe na terra, no céu, nas galáxias e no universo: trem! Não existe palavra mais universal que essa. Ela resume, explica, define, enfim, simplifica! Pra nós, o ‘trem’ é tão comum que a gente fala sem perceber, o tempo todo. Pode ser sinônimo de um incômodo qualquer: 
- “Rapaz, entrou um trem no meu olho aqui”  
Ou comida:  
- “Eita, comi um trem hoje que não me fez bem”;  
Pode ser também para se referir a uma mulher bonita: 
- “Ô trem bão, sô!” 
Ou um acidente qualquer: 
- “Que trem desajeitado, rapaz...” 
O fato é que essas expressões nos acompanham pela vida inteira. Me lembro que, quando estava começando a carreira, fiz uma reportagem em Campinas mostrando um bairro onde os moradores sofriam pela falta d'água. Naquela época a equipe de gravação era grande. Além do repórter, tinha o cinegrafista, que no caso era Coutinho, um dos melhores que tive a honra de trabalhar e um amigo querido até hoje; o auxiliar que carregava o VT, o iluminador e o motorista. E todos andavam juntos para fazer imagens, entrevistas e tudo mais. E foi assim, caminhando juntos, que encontramos uma mulher lavando vários utensílios de cozinha numa bica d’água e resolvi entrevistá la. Comecei perguntando das dificuldades e pouco depois mandei essa: 
- “Esse é o único jeito que a senhora tem pra lavar os ‘trem’ de cozinha?” 
Pronto! Foi falar e antes da mulher responder já ouvi a equipe toda dando risada e Coutinho, também rindo, parou de gravar e disse:
- “Mineiro, repete a pergunta porque o editor não vai usar os ‘trem’ que você falou” 
Então eu respondi: 
- “Uai, mas eu vou falar o quê no lugar de trem??” 
E é a pura verdade. Nos faltam palavras se não temos o ‘trem’. Porque ‘trem’ ali, naquela situação, era panela, frigideira, prato, copo, xícara, bule e tudo mais. Por isso que o ‘trem’ simplifica tanto nossa vida. Inclusive, até o dicionário já se rendeu a ele. Procura lá pra você ver. A última definição de trem é ‘locomotiva, trem de carga’. Antes dela, tem de tudo, desde panela até cisco no olho, exatamente como nós, mineiros, sabiamente aprendemos e ensinamos ao mundo. Então, não se acanhe em usar o uai e o trem. Eles nos identificam, nos tornam mais simples, mais humildes e, por isso, mais cativantes também. E fala a verdade: tem trem mió que esse, uai? 

Por hoje é isso. Semana que vem tem mais. Até lá.    


RAUL DIAS FILHO - O autor é jornalista e repórter especial da Record TV
E-mail: [email protected]