Quem somos nós?

Publicado em 13/06/2017 - ponto-de-vista - Da Redação

Quem somos nós?

Difícil saber. Não sabemos nada de nós. Ou não importamos saber. Verdade. Queremos mesmo é saber dos outros, aqui, sim, sabemos muito. “Temos que nos tornar a mudança que queremos ver”, de Mahatma Gandhi. “Ontem eu era inteligente, queria mudar o mundo. Hoje, eu sou sábio, estou mudando a mim mesmo”. E me conhecendo serei iluminado. Como será procurar saber quem somos nós? Você já procurou saber quem somos nós? Você já parou para pensar quem é você? Eu, de vez em quando, penso nisso. Sabe, quando queremos conhecer uma pessoa, nos apresentamos a alguém e procuramos sondar seu nome, falamos do que fazemos e vice versa, a nossa idade, de onde somos e de onde viemos, onde já moramos, ou onde trabalhamos e qual nossa atividade. Mas será que só isto revela quem realmente somos? Claro que não, pois somos muito mais do que tudo isso. Fazendo estas coisas todas, continuamos sendo nós mesmos. Ainda mais, seja lá qual for nossa profissão ou atividade, continuamos a ser quem somos. Será que a idade revelaria alguma coisa? Também acho que não, uma vez que, desde o nosso nascimento, já éramos quem somos, e vamos ser assim até nossa morte. Pombas! Então, quem somos nós? Somos seres humanos. Segundo o filósofo grego Aristóteles – “O homem é um animal racional”. Ao afirmar que somos um animal, revelamos nossa dimensão natural e biológica, que faz dos seres humanos um ser como outro qualquer. Assim, nascemos, crescemos, reproduzimos, envelhecemos e morremos. Não é isso? Melhor deixar para lá esta grande tarefa filosófica de investigar o que significa o ser humano. A melhor postura diante da vida é uma constante busca do conhecimento de nós mesmos. É. Assim fica bem!

Fernando de Miranda Jorge
Acadêmico Correspondente da APC
Jacuí/MG – E-mail: [email protected]