NATAL cantata de natal

Publicado em 10/12/2018 - ponto-de-vista - Da Redação

NATAL cantata de natal

É. É Natal? Já é Natal, porque começa cedo, bem antes da noite de vinte e quatro para vinte cinco. É a preparação para o Espírito de Natal. Esquecendo totalmente a parte comercial – que virou as manifestações culturais presentes em diversas religiões do mundo – bem antes do Dia, ou melhor, da Noite de Natal: qual é o verdadeiro sentimento do espírito natalino, sua essência (Deus é puríssima essência. Para os que têm fé nEle, Deus simplesmente é. ‘Mahatma Gandhi’) e seu objetivo espiritualmente falando? Ainda longe do “comércio” visando num sistema de mercados, ao lucro, negócios, a Noite de Natal em música, as canções natalinas são lindas e emocionantes, alegres e tristes. Arrepiam-nos todo ano. Vamos cantá-las? “Bate o Sino”, “Então é Natal”, ”Natal das Crianças”, “Noite Feliz”, “Bom Natal”, “Aconteceu”, “Quero Ver”, “Jingle Bells”, “O Velhinho”. São tantas! E todas representam muito bem o Menino Deus “um porto alegre, muito mais que um seguro”. Eu fico com “Noite Feliz” – (...) Noite Feliz! Noite Feliz!/ Ó Jesus, Deus da luz/ Quão afável é teu coração/ Que quiseste nascer Nosso irmão/ E a nós todos salvar/ Noite Feliz! Noite feliz!/ Eis que no ar vem cantar/ Aos Pastores os Anjos do Céu/ Anunciando a chegada de Deus/ De Jesus Salvador. E na Noite de Natal,  de vinte e quatro para vinte cinco: FELIZ NATAL CRISTÃO!

Fernando de Miranda Jorge

Acadêmico Correspondente da APC

Jacuí/MG – e-mail: [email protected]