JUSTIÇA E injustiça

Publicado em 30/03/2021 - ponto-de-vista - Da Redação

JUSTIÇA E injustiça

Não caminham juntas, também não sei se deveriam. Uma não depende da outra, agem individualmente. É. JUS – Justiça é uma boa ação para a humanidade. IN – Justiça não deveria existir no mundo. Ouvimos comumente pessoas dizerem que sofreram injustiças, às vezes, sem considerar o significado em si e ainda sentenciam que a Justiça Divina não faltará. A Justiça dos homens é a que mais incomoda na face da terra. A Justiça constitucional às vezes é falha. Enfim, Justiça ou Injustiça, o que realmente vale? “Justiça, é um conceito que se refere a um estado ideal de interação social em que há um equilíbrio que por si só, deve ser razoável e imparcial entre os interesses, riquezas e oportunidades entre as pessoas envolvidas em determinado grupo social”. “A Injustiça é uma qualidade à ilegalidade ou resultados imerecidos. O termo pode ser aplicado em relação a um evento ou situação particular ou para um ‘status quo’ (prestígio) maior. Na filosofia ocidental e da jurisprudência, a Injustiça é muito comum, mas nem sempre definido como quer a ausência ou o oposto da Justiça”. E o que a Bíblia fala a respeito?  Levítico (Terceiro Livro) 19:15 – Não comentam Injustiça  num julgamento: não favoreçam os pobres, nem procurem agradarem os grandes, mas julguem o seu próximo com Justiça. Provérbios 29:27 – Os justos detestam os desonestos, já os desumanos detestam os íntegros. Os termos são complexos e vivemos no dia a dia com eles ostensivamente seja na política, na religião e na sociedade. Decidi por enquanto, ficar com o filósofo grego Aristóteles que definia Justiça como sendo uma igualdade proporcional: tratamento igual entre os iguais, e desigual entre os desiguais na proporção de sua desigualdade.

 

Fernando de Miranda Jorge

Acadêmico Correspondente da APC

Jacuí/MG – e-mail: [email protected]