Constipação ou difrúcio

Publicado em 19/07/2017 - ponto-de-vista - Da Redação

Constipação ou difrúcio

Palavrinha da antiga mesmo! Não se usa mais hoje em dia. Mas foi muito comum dizer-se em vez de resfriado, virose, rinite, faringite, difrúcio (nariz escorrendo, coriza), sinusite (este mais conhecido), “constipado – todos os outros e, talvez, mais de 200 vírus associados às causas da constipação. É mole?! Não existe cura eficaz para a constipação no intervalo entre sete a dez dias, ou mais, embora os sintomas possam ser aliviados. E por aí vai. E vamos, de receitas em receitas, indicando remédios e soluções para os males das pessoas. E como nós mortais, especialmente os brasileiros, não sei, se mais nós mineiros, como gostamos de receitar (médicos sem CRM). E tome isto, faça aquilo, nem precisa ir ao médico: é virose! É. Você está constipado – não beba gelado; não saia no frio; não saia à noite, evite o sereno. Minha avó fazia um “chá de buchinha do Norte”, que era tiro e queda. E aí, gente, para não fugir à regra, vai aqui a minha recomendação, uma dica natural para quem já sente os sintomas das primeiras manifestações gripais ou constipações: recorram ao sumo de limão, diluído em água morna (pois a água a ferver destrói a vitamina C) e misturado com uma colher de mel. É ótimo remédio para acalmar a garganta, baixar a febre e ativar os fígados preguiçosos. Por quê? “Os seus componentes injetam energia nos glóbulos brancos, o exército encarregado de impedir a entrada de inimigos no nosso organismo”. Conforme o dito popular, os alimentos e remédios naturais, que fazem bem a saúde, seguem a máxima de que se não fazem bem, também não fazem mal. Constipação e Difrúcio. Será que não tinha um nome mais bonito não, hein?

Fernando de Miranda Jorge
Acadêmico Correspondente da APC
Jacuí/MG – E-mail: [email protected]