Vereadores cobram ação da Copasa em Monte Belo

Publicado em 20/10/2019 - politica - Da Redação

Vereadores cobram ação da Copasa em Monte Belo

A reunião ordinária do Legislativo de Monte Belo no dia 15 de outubro foi marcada por críticas à Copasa. Os vereadores questionam a captação num único açude e o surgimento de muitos loteamentos. Entendem que quando as caixas de água desses loteamento forem enchidas, certamente o problema da falta de água irá se agravar ainda mais.


CRÍTICAS À COPASA

O vereador Gilmar Ferreira comentou que o município sofre com a falta de água desde 2010 e hoje tem 15 loteamentos. Criticou o preço cobrado e propaganda divulgada pela Copasa informando a falta de água, orientando a população a economizar. “A água está mais cara que a luz e não tem água”, disse. Considerou a situação uma vergonha, cobrando uma providência por parte do prefeito. Entende que é necessário uma ação efetiva, inclusive buscando apoio em Belo Horizonte e Brasília/DF.

A presidente Maria Aparecida Correia de Freitas (“Cida”) lembrou que nos anos de 2007 e 2008 o então prefeito Ronaldo Teixeira estava com um projeto pronto visando a captação de água no Córrego São Bartolomeu. Também já havia verba destinada pela a obra. Porém, o Ministério Público orientou o Executivo para aguardar o pleito eleitoral para depois executar o projeto. Na sequência dos fatos, o prefeito Ronaldo não conseguiu sua reeleição, sendo que o novo prefeito não deu atenção ao projeto, inclusive perdendo a verba que vinha para o município. “Hoje a cidade está pagando por isso. Foi falha de prefeito anterior que deixou perder este projeto. Então, infelizmente por política, hoje nós não temos a água melhor no nosso município”, falou.

Gilmar Ferreira acrescentou que o prefeito anterior citado “não foi dos bons, mas também não foi dos ruins”, porque fez dois poços artesianos. Entende que não era para ter feito, devendo ter levado a água direto para o ribeirãozinho. Também cobrou ação “nos Buenos”, dizendo que ninguém é dono dos rios. “É chegar e colocar a Copasa, não é pedir. A água é de Deus”, declarou. E voltou a criticar a Copasa: “Essa Copasa que só cobra imposto e caro. Cobra a água do jeito que quer. Não pode nem atrasar um dia que ela multa, atrasou um mês ela corta. Para receber, é boa. Mas para fazer o necessário, não faz”, falou.

O vereador Nilson Donizette da Silva (“Nilsinho”) lembrou que esteve com o então prefeito Ronaldo em Belo Horizonte, sendo que dentro a renovação do contrato a Copasa faria a captação no Córrego São Bartolomeu e o asfalto na Rua João Lopes. Porém, confirmando informações da presidente Cida sobre acordo com o MP, Ronaldo perdeu a eleição e o projeto não teve andamento. Sobre a publicidade citada por Gilmar, Nilsinho afirmou que na verdade não está faltando água e a ação visa apenas uma prevenção. A mesma ação, segundo ele, também ocorre em São Sebastião do Paraíso.

O vereador Ricardo Prado sugeriu ao Executivo uma cobrança junto à Copasa sobre as providências tomadas e ofertas para a comunidade, principalmente com a expansão de um novo reservatório. Ricardo ainda criticou a Copasa pelo serviço insuficiente no asfalto danificado com obra executada. “A cidade está sendo remendada pela Copasa”, disse.

O vereador Cláudio Donizete Pereira (“Claudinho”) comentou que na gestão anterior do prefeito Humberto estava vencendo o contrato com a Copasa e a Câmara exigiu a captação de água no Córrego São Bartolomeu. Isto para acabar o problema de falta de água. Na época, os vereadores se reuniram com o prefeito, que chamou o funcionário da Copasa e fez a proposta, que foi aceita pela empresa. “A Copasa não investiu um centavo de melhoria para não ter este problema de falta de água”, disse. O vereador também concordou com os colegas no sentido da cobrança para que a Copasa cumpra o que foi acertado em contrato.

O vereador Antônio Marco Tranches (“Marquinho Tranches”) declarou que o caso da Copasa é uma novela antiga. A empresa, por sua vez, alega que se não renovar o contrato não fará investimentos no município. “A empresa quer ganhar dinheiro e não quer saber de investir”, falou. Para o vereador, a renovação do contrato depende do prefeito e da boa vontade da própria Copasa, sendo que a captação de água é possível em qualquer lugar. A empresa deverá fazer o estudo necessário para a tomada de decisão e ação. Por fim, também entende que sem uma providência faltará água no futuro.


PARABÉNS AOS PROFESSORES

O Dia do Professor, em 15 de outubro, foi lembrado por vários vereadores. Nilsinho parabenizou todos os professores e demais profissionais da área da educação. Citou, inclusive, o colega vereador e professor Ricardo Prado. 

A vereadora Rosária do Bom Jesus relatou que atua como auxiliar de serviços gerais e sempre está trabalhando na escola, acompanhando o dia-a-dia dos professores. Assim, destacou a responsabilidade dos professores, diretores e pedagogos, parabenizando todos através do colega Ricardo.

O vereador e professor Ricardo Prado falou do intenso trabalho da classe de profissionais, sempre dedicando ao ensino municipal e estadual de Monte Belo. Assim, deixou uma mensagem especial aos colegas professores. “...é o único profissional que forma todos os profissionais”.

O vereador Claudinho parabenizou todos os professores pela coragem e sabedoria para ensinar e educar todo o cidadão.

O vereador Marquinho Tranches também comentou a respeito, valorizando a classe dos professores. Aproveitou para destacar o Dia do Médico, em 18 de outubro, citando a sua filha Dra. Fernanda e valorizando a profissão.

O vereador Valdir Francisco da Silva (“Pezão”) parabenizou todos os professores.

A vereadora e presidente Maria Aparecida Correia de Freitas (“Cida”) parabenizou os professores, também citando e valorizando o colega Ricardo Prado. “Os professores são a base de tudo”, disse.


OUTROS ASSUNTOS

O vereador Ricardo Prado ainda solicitou o envio de ofícios ao Executivo. No primeiro, solicitando que os engenheiros da prefeitura analisem a ponte de acesso ao Distrito de Santa Cruz da Aparecida. Isto porque fotografias mostram que alguns pilares estão escoradas, numa situação de perigo. No segundo, reivindicando a iluminação de Natal, através de parceria entre a prefeitura e Associação Comercial. 

O vereador Antônio Marco Tranches (“Marquinho Tranches”) destacou o empenho do prefeito para fazer a retirada de árvores no Distrito de Jureia. Com isso, evitando o risco existente para as casas na localidade.

O vereador Valdir Francisco da Silva (“Pezão”) parabenizou o atleta montebelense Darlin Watson Martins que foi contratado por uma equipe de futebol de campo de Poços de Caldas. Aproveitou para anunciar que no dia 26/10 o município sediará jogo de futebol da AMOG, sendo que no dia 27/10 terá início o Campeonato Municipal.