Câmara de Guaxupé aprovou o pacote de projetos mais importantes da gestão, segundo o presidente

Publicado em 21/11/2019 - politica - Da Redação

Câmara de Guaxupé aprovou o pacote de projetos mais importantes da gestão, segundo o presidente

Na 17ª Sessão Ordinária, dia 18 de novembro, a Câmara Municipal aprovou em segunda e definitiva votação a revisão e modernização do Plano Diretor juntamente com um conjunto de projetos que envolvem o desenvolvimento e planejamento organizado do município para os próximos dez anos.

O pacote de projetos do Poder Executivo foi protocolado na Casa há cerca de noventa dias para análise e ponderação dos vereadores, que ouviram a população em audiências públicas promovidas com o apoio do UNIFEG e propuseram emendas pontuais a fim de melhorar os projetos. Antes de protocolado, a formulação da matéria levou cerca de 18 meses de estudos da empresa responsável, DRZ Consultoria, juntamente com a Prefeitura Municipal e a população.

O vereador e Presidente da Câmara, Léo Moraes, se mostrou satisfeito com a aprovação dos projetos: “Em minha opinião, de todas as Leis já aprovadas e projetos analisados por nós nesse mandato, esse pacote de projetos foi o mais importante, pois tivemos a oportunidade de fazer história olhando para o futuro. Sei que em breve a cidade começará colher os bons frutos do que plantamos hoje”.

Segundo o Secretário Municipal de Administração, Rafael Olinto, os benefícios para a cidade são imediatos, pois após a publicação do Plano Diretor a legislação já entra em vigor. “O Plano de Mobilidade Urbana, por exemplo, antes inexistente no município, abre as portas do Ministério do Desenvolvimento Regional para o cadastro de projetos que exigem esse tipo de regulamentação para ser financiado.” – continua Rafael – “A Lei de Parcelamento de Solo já trará para os novos loteamentos inovações como iluminação de LED, que representam economia de energia para os cofres públicos e são ecologicamente corretas, além de calçadas que deverão já ser construídas pelos loteadores, proporcionando uma modalidade facilitada desde o início do empreendimento.” – conclui o Secretário de Administração.


ASCOM