Major Afrânio: “O cidadão de bem é o nosso parceiro”

Publicado em 04/03/2019 e atualizado em 01/03/2019 - policia - Da Redação

Major Afrânio: “O cidadão de bem é o nosso parceiro”

A 79ª Cia. da Polícia Militar de Minas Gerais, sediada em Guaxupé, registrou significativa redução no índice de crimes violentos no comparativo entre os anos de 2016/2018. Este foi um dos temas da entrevista com o Major PM Afrânio Tadeu Garcia, que esteve acompanhado pelo Sub Tenente Robson de Oliveira. Major Afrânio tem 42 anos de idade, é natural de Carmo do Rio Claro/MG, 24 anos de serviços prestados à PM e atuando em Guaxupé há dois anos.

A 79ª Cia. da Polícia Militar abrange oito municípios (Guaxupé, Muzambinho, Guaranésia, Nova Resende, Bom Jesus da Penha, Monte Belo, Juruaia e São Pedro da União) e uma população de quase 150 mil habitantes. Está ligado ao 42º Batalhão da PM em São Sebastião do Paraíso.


REDUÇÃO DOS CRIMES VIOLENTOS

A autoridade lembra que assumiu a 79ª Cia. PM em Guaxupé quando havia uma crise de assaltos, principalmente as cidade de Guaxupé, Muzambinho e Guaranésia. De um ano para outro houve um aumento de quase 100% no registro de crimes violentos, sendo que os assaltos aos correios e estabelecimentos comerciais respondiam por quase 90% das ocorrências. A situação encontrada apontava a falta de recolhimento de menores devido à carência de vagas. 

O militar manifestou seu entendimento de que foi possível reverter e amenizar esta situação através da parceria com as comunidades, bem como com o apoio dos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, Ministério Público, ONGS e outras instituições. O intenso trabalho vem apresentando resultados positivos. Conforme o Major PM, estão recolhidos todos os menores que praticavam crimes em Guaxupé e cidades vizinhas.

O resultado alcançado com a redução no índice de crimes violentos é considerado histórico na região. O comparativo entre os anos de 2016/2018 apresenta uma redução média bastante significativa. Em Muzambinho, foram 57 crimes em 2016 e 19 em 2018 (-66,67%). Em Guaxupé, a redução foi de 57,81% e em Guaranésia de 45,28%. São considerados crimes violentos: roubo consumado, homicídio consumado e tentado, estupro tentado e consumado, estupro de vulnerável tentado e consumado, extorsão mediante sequestro e sequestro e cárcere privado. 

Falando do apoio manifestado pelo Poder Judiciário, a autoridade declarou: “A caneta dos juízes tem sido bastante dura, porque houve a resposta e o resultado que está aparecendo agora é devido à questão da punição”. Esclareceu que a punição não estava havendo num primeiro momento devido a diversas dificuldades. Com as parcerias e trabalho engajado, hoje são 18 menores internados. São menores de Guaxupé que atuavam em Muzambinho ou na cooptação alguns menores que já eram voltados à prática criminosa na cidade. Esses menores estão todos catalogados.

No caso de Muzambinho, o Major afirmou que a criminalidade no município está chegando num patamar aceitável. Em 2019, até o momento, a cidade registrou índice zero de criminalidade violenta. Um resultado considerado histórico, considerando o período de início de ano e férias escolares. A intenção da PM é dar a resposta necessária em qualquer tipo de crime praticado.


BLITZ NAS CIDADES

“O cidadão de bem é nosso parceiro”, disse o Major. A autoridade relata que as operações (blitz) vão continuar em Muzambinho e todas as cidades da região. A intenção é proporcionar o sentimento de segurança à população. Já o infrator deve saber que poderá ser abordado a qualquer momento pela Polícia Militar. Ou seja, a política mantém uma presença preventiva e ostensiva. A abordagem tem por objetivo gerar a inibição do crime. Nos demais casos de irregularidade nos veículos e condutores, por exemplo, o policial deve tomar providências para não incidir na prática de prevaricação.

O Militar também alertou para a questão de som alto em veículos. Explicou que o mesmo deve ser usado internamente, sendo que externamente corresponde a infração de trânsito. E hoje não há necessidade nem mesmo de medição, mas isto ocorrendo a certeza é de cometimento também de outras situações de infrações.


MONITORAMENTO POR CÂMERAS

Major Afrânio revelou o projeto em andamento de monitoramento por câmeras da área central das cidades da região. Em Muzambinho, por exemplo, as imagens serão disponibilizadas para a PM local e também de Guaxupé. Em Monte Belo, o sistema está em pleno funcionamento. A intenção da PM é ampliar ainda mais as redes de monitoramento. “Quanto mais a medida for enérgica e a resposta for rápida, menos crimes vão acontecer”, falou. A autoridade novamente falou e valorizou a parceria com a sociedade neste projeto, principalmente o apoio dos comerciantes.


ASSALTO EM NOVA RESENDE

Na sexta-feira (22/02), criminosos assaltaram a agência do Sicoob no município. A ação foi bastante ousada, inclusive fazendo reféns um funcionário e familiares. Major Afrânio revelou que a Polícia Civil já identificou parte da quadrilha, fazendo a prisão e apreensão dos infratores. Outra parte da quadrilha é oriunda de Alfenas, sendo que todos já foram identificados.


CARNAVAL EM MUZAMBINHO

Major Afrânio confirmou que a Polícia Militar terá reforço no efetivo durante o grande evento no município. Ele lembrou que no ano passado houve apenas um roubo num local de acampamento, sendo que neste ano a meta é zero. “Vamos receber o reforço, com policiamento efetivo e enérgico”, falou.