Plenário da Assembleia comemora os 300 anos de Minas Gerais

Publicado em 02/12/2020 - legislativo - Da Redação

Plenário da Assembleia comemora os 300 anos de Minas Gerais

No dia em que se celebram 300 anos de criação da Capitania de Minas, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza Reunião Especial no Plenário para comemorar a data e, ainda, lançar o livro virtual “Minas Gerais. Visão de Conjunto e perspectivas”. A atividade será realizada nesta quarta-feira (2/12/20), às 17 horas.

A reunião, com formato virtual, será transmitida ao vivo pela TV Assembleia e pelo canal institucional da Assembleia no Youtube. Num ano marcado por adversidades trazidas pela pandemia de Covid-19, o evento destaca a força da história de Minas e da união dos mineiros para enfrentar mais esse desafio. Outro objetivo é gerar a reflexão sobre o que esperar dos próximos anos.

O marco dos três séculos de criação do Estado foi estabelecido em 2 de dezembro de 1720 porque, nessa data, a antiga capitania de São Paulo e Minas do Ouro foi desmembrada pela Coroa Portuguesa dando origem à capitania de Minas, com autonomia econômica, política e militar.

Caberá ao deputado Cristiano da Silveira (PT), 2º vice-presidente da ALMG, conduzir a reunião, representando o presidente, deputado Agostinho Patrus. Instituições parceiras da Assembleia na realização das atividades comemorativas dos 300 anos também estarão representadas, de forma remota.

A solenidade será aberta com a exibição de vídeo conceitual dos 300 anos, com imagens gravadas no Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (Central). A trilha sonora do vídeo é “Encontro das águas” de Tavinho Moura, interpretada por Mariana Nunes (vocais), Rogério Delayon (violão) e Sérgio Rabello (violoncelo).

A Serra da Piedade foi escolhida por remeter aos quatro eixos definidos pela curadoria da programação dos 300 anos: Economia, Sociedade e Política; A vida cultural; O patrimônio natural; e Um olhar para o futuro, representado pelo observatório da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O Santuário ainda abriga a Pietá datada de 1763 e atribuída a Aleijadinho, maior representante do barroco mineiro.


Livro – Outro destaque da Reunião Especial Comemorativa dos 300 anos de Minas Gerais será o lançamento do livro “Minas Gerais. Visão de conjunto e perspectivas”, nas versões e-book e impressa. O autor é o professor do Departamento de Ciências Econômicas e do Cedeplar/UFMG, João Antônio de Paula, responsável pela linha curatorial das comemorações dos 300 anos.

A publicação faz um registro histórico da construção da identidade de Minas Gerais, até o momento, com enfoque em aspectos como economia, política, cultura, ciência e tecnologia, e as expectativas do mineiro para o futuro. O livro poderá ser acessado pelo hotsite das comemorações.

A agenda comemorativa dos 300 anos de Minas Gerais foi concebida pela ALMG e realizada com o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Contas e UFMG, essa última responsável pela curadoria do projeto. O Legislativo também contou com a parceria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG), do Instituto dos Advogados de Minas Gerais e da Academia Mineira de Letras.


(ASCOM - ALMG)