Viajar é preciso e muito bom para sua saúde

Publicado em 25/07/2019 - inaian-teixeira - Da Redação

Viajar é preciso e muito bom para sua saúde

Já fazem algumas semanas que estamos falando de comportamentos positivos para a sua saúde e como incorporá-los no seu dia a dia. Mas aí vem as férias e bagunçam toda a nossa rotina. Isso é ruim, correto? Não necessariamente.

Vários estudos demonstram que tirar um tempo para viajar não apenas nos dá uma folga do trabalho, como também contribui para a nossa saúde, estado de espírito e bem-estar geral. Aqueles que amam viajar sabem o quão revigorante e emocionante isso pode ser. Nada ajuda você a se redescobrir e apreciar a beleza do mundo como um período de férias bem planejado. Mas o que a ciência diz sobre isso?

O simples fato de planejar uma viagem já aumenta seu senso de felicidade - pesquisadores da Universidade de Surrey descobriram que as pessoas são mais felizes quando tem uma viagem se aproximando. Inclusive, a felicidade antes de uma viagem tende a ser maior do que a felicidade por comprar um produto/objeto novo, confirmando aquela lógica: “Viver” é melhor do que “Ter”.

Viajar te ajuda a administrar o estresse e emoções negativas – Viajar nem sempre é apenas para conhecer novos lugares. Às vezes, nós só queremos estar longe de um lugar. Segundo a Associação Americana de Psicologia, as férias podem nos ajudar a administrar o estresse e emoções negativas nos tirando de ambientes e atividades que são as fontes do nosso estresse (nosso trabalho, por exemplo).

Viajar te enriquece com experiências e entendimentos sobre a vida - Algumas pessoas pensam que quanto mais posses materiais acumulam, maior será a sua felicidade. No entanto, bens materiais como carros, joias, etc tendem a se depreciar com o tempo e, assim, a satisfação com essas coisas tende a diminuir também. Por outro lado, experiências como as viagens ficam mais ricas ao longo do tempo à medida que se tornam embelezadas na memória.

Viajar reduz suas chances de um ataque cardíaco – uma pesquisa feita por Brooks e colaboradores verificaram que homens que tiram férias regularmente tem 21% menos chances de um ataque cardíaco, enquanto que mulheres que saem de férias apenas uma vez a cada 6 anos tem 800% mais chances de um ataque cardíaco. Além de viajar reduzir o estresse, os viajantes tendem a ser mais ativos fisicamente do que aqueles que passam a maior parte de suas vidas sentados em uma cadeira no escritório o dia todo.

Ok Inaian. Você me convenceu. Mas estou em sem tempo e dinheiro. Como faço? Vamos à algumas dicas gerais sobre viagem. 1) Planeje com antecedência. Isso te ajudará a achar um tempo na sua agenda. 2) Evite viajar em alta temporada. Os lugares, além de ficarem mais caros, costumam ficar muito mais cheios 3) Escolha destinos mais baratos. Por exemplo: existe uma cidade que se chama Bonito que, além de ter lugares incríveis, por ser muito famosa, costuma ter preços astronômicos também. Porém, no Mato Grosso existe uma outra cidade chamada Nobres, com belezas naturais bem similares, porém com preços muito mais acessíveis. Inclusive o slogan dessa cidade é “Nobres – Mais bonito que Bonito” 4) Pesquise bastante. Quanto mais você souber sobre o destino, mais vai poder otimizar seu tempo e dinheiro quando chegar lá 5) Escolha hospedagens alternativas. Além dos consagrados hotéis e pousadas, existem outras opções mais baratas como albergues, Airbnb e Worldpackers 6) Evite restaurantes badalados em regiões turísticas. Quando possível, prepare sua comida no local onde está hospedado ou coma nos locais onde os moradores da cidade comem, e não onde os turistas comem 7) Converse com os moradores locais, eles costumam ser a melhor fonte de informação para atrações turísticas, passeios, restaurantes e hospedagens 8) Por fim, viajar não significa ir longe. As vezes existem locais incríveis perto de sua cidade, que merecem ser visitados. Aqui na região, por exemplo, temos ótimas opções como Poços de Caldas, Andradas, Caconde, Serra da Canastra e Capitólio.

Como diria um autor desconhecido: “Viajar é a única coisa que você compra que te deixa mais rico”. Ficou animado? Então que tal começar a planejar sua próxima viagem?

Inaian é Profissional de Educação Física e Doutor em Atividade Física e Saúde. Foi pesquisador associado da Universidade de Oxford e atualmente é Pós-doutorando na USP. [email protected]