Inclua atividade física no seu dia a dia

Publicado em 18/07/2019 - inaian-teixeira - Da Redação

Inclua atividade física no seu dia a dia

Atualmente, a atividade física é reconhecida como um importante fator para ter uma vida saudável e uma boa qualidade de vida. Entretanto, de acordo com o Organização Mundial de Saúde, mais de 27% da população adulta não realiza atividade física. Por que esse valor ainda é tão alto? Será que restam dúvidas de que a atividade física faz bem para a saúde? Se praticamente todos sabem que a atividade física faz bem, por que as pessoas ainda têm dificuldade de incorporá-la em seu dia a dia? Falta de tempo? Falta de dinheiro? Falta de vontade? Existem inúmeras razões para não praticar atividade física e cada pessoa possui seus motivos. Na coluna de hoje, conduzirei você leitor à uma reflexão de como adotar/manter esse hábito e como ajudar outras pessoas ao seu redor a praticarem atividade física. 

Se você ainda não está convencido que a atividade física faz bem para a sua saúde, irei te convencer com alguns dados impactantes. Quem tem mais chance de morrer? Uma pessoa com sobrepeso, mas que realiza atividade física ou uma pessoa magra e inativa? Se você respondeu que uma pessoa com sobrepeso, porém fisicamente ativa tem mais chance de morrer, você errou. De acordo com o Organização Mundial de Saúde, a inatividade física mata mais do que a obesidade, pois estima-se que a inatividade física é responsável por causar 30% das doenças isquêmicas do coração, 27% de diabetes, 25% de câncer do cólon e 21% dos cânceres de mama no mundo.

Por outro lado, ao realizar níveis adequados atividade física regularmente, reduzimos o risco de hipertensão, doença cardíaca coronária, acidente vascular cerebral, diabetes, câncer de mama e cólon, depressão, risco de quedas, melhoramos a saúde óssea, funcional, equilíbrio energético, controle de peso, entre inúmeros outros benefícios. Legal. Você me convenceu. Vou me matricular agora mesmo em uma academia de ginástica para melhorar minha saúde. 

A boa notícia é que você não necessariamente precisa fazer atividade física em uma academia, seguindo um programa rígido de treinamento físico, para atingir esses benefícios. Pensar isso é uma das grandes barreiras para iniciar e, principalmente, manter uma vida fisicamente ativa. Aliás, é um grande equívoco pensar assim, pois nem todos temos prazer em fazer esse tipo de “ginástica”. A atividade física, diferente do exercício físico, não precisa ser planejada, estruturada, repetitiva e intencional para melhorar ou manter a aptidão física. A atividade física é simplesmente qualquer movimento corporal que você faz que tenha gasto de energia e pode ser realizada em qualquer lugar e momento. Por exemplo, praticar algum esporte com amigos, fazer uma caminhada no parque ou no seu bairro,  levantar e caminhar no ambiente do trabalho de tempos em tempos, trocar parte dos deslocamentos feitos com o automóvel por caminhada ou bicicleta, utilizar menos a mangueira e mais o balde para realizar as tarefas da casa, brincar mais com seus filhos/netos ao ar livre e realizar atividade física em grupo.

Assim como dietas super-radicais não funcionam a longo prazo, é importante que você incorpore a prática de atividade física aos poucos e progressivamente. Se atualmente você não faz atividade física, seguem 7 dicas para te ajudar a mudar isso. 

Dica 1: reflita que tipo de atividade física que você gosta ou gostaria de fazer. Dançar? Praticar algum esporte? Caminhada? Musculação? Pilates? Bicicleta? Correr atrás dos filhos/netos? Atividade em grupo? Ainda não sabe qual? Experimente algumas! Opções não faltam. 

Dica 2: Achou a atividade que te dá prazer? Incorpore aos poucos em sua vida. Vá com calma e não se cobre muito. Comece com poucos minutos e poucos dias por semana. Lentamente vá aumentando os minutos e a frequência semanal.  

Dica 3: Convide algum amigo ou parente para te acompanhar nesse novo estilo de vida. Quando temos um suporte social é sempre mais fácil. Não se esqueça do seu melhor amigo. O cachorro pode ser um ótimo companheiro para suas caminhadas pelo bairro. 

Dica 4: Está sem tempo para a atividade física? Aumente a altura da sua mesa de trabalho e trabalhe em pé parte de sua jornada. Substitua o carro pela bicicleta um dia na semana para ir para o trabalho. Guarde o controle da televisão e levante para trocar o canal. Assista televisão em pé ou até mesmo caminhando pela sala. Considere a atividade física como um investimento. Organize sua agenda que certamente haverá 30 minutos para você cuidar de você mesmo, sendo que esses 30 minutos não precisam ser contínuos, você pode dividir em sessões de 10 minutos durante o dia. Se você não tiver tempo para cuidar da sua saúde, no futuro será forçado a arrumar tempo para cuidar da sua doença. 

Dica 5: Explore novas atividade físicas. Variar os estímulos é essencial para estimular seu corpo por completo e continuar melhorando dia após dia. 

Dica 6: Procure um profissional de educação física qualificado para poder potencializar os seus ganhos. 

Dica 7: Seja paciente e dê tempo ao tempo. Não espere por resultados imediatos ou em poucas semanas. Pode ser necessário alguns meses para ver resultados mais substanciais. Aprenda a apreciar o processo. Lembre-se: é uma mudança de estilo de vida que você aproveitará para o resto da sua longa vida. 


Inaian é Profissional de Educação Física e Doutor em Atividade Física e Saúde. Foi pesquisador associado da Universidade de Oxford e atualmente é Pós-doutorando na USP. [email protected]