Passesnse reativa futebol profissional após 12 anos, contrata técnico e firma parceria com empresa de gestão

Publicado em 17/07/2020 - esportes - Da Redação

Passesnse reativa futebol profissional após 12 anos, contrata técnico e firma parceria com empresa de gestão

As equipes ao redor do Brasil aos poucos retomam as atividades após a paralisação das competições por conta da pandemia do novo coronavírus. Em Minas Gerias, a Federação Mineira de Futebol (FMF) confirmou o retorno do estadual para o próximo dia 26 de julho, e um clube se prepara para reativar seu departamento de futebol profissional após 12 anos.

Trata-se do Passense FC, que se reorganiza para voltar a disputar a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro em 2020, e para isso, anuncia Flávio Queiroz como novo técnico.

Com passagem por vários clubes de São Paulo como Portuguesa e São Bento, Queiroz foi também coordenador das categorias de base do Uberlândia EC entre 2012 e 2013. Seus últimos trabalhos foram pelo Rio Verde e Quirinópolis, ambos de Goiás, e Jaguariúna, do interior paulista. Aos 44 anos, o treinador se diz ansioso para comandar a equipe à beira do campo.

"É uma honra ter sido escolhido para esse reinicio do clube. Espero poder ajudar da melhor maneira possível nesse projeto novo com pessoas que me passaram muita seriedade. Acredito que tenha tudo para dar certo. Estou esperançoso num bom trabalho e na expectativa de inicia-lo em breve", comentou Flávio.

Fundado em 2001, o time da cidade de Passos, no interior do estado, teve uma curta trajetória no profissionalismo, mesmo assim, chegou a conquistar o acesso para o Módulo II em 2007. Porém, problemas internos levaram o clube a se retirar da disputa no ano seguinte com o campeonato em andamento. Seus jogos foram anulados e o Passense foi punido com multa e suspensão de dois anos, que acabaram por motivar o encerramento das atividades profissionais da jovem agremiação.

Neste ano, além da novidade na coordenação técnica, o clube firmou uma parceria com a Time do Bem Sports, empresa paulista de gestão de carreiras que ajudará na montagem do elenco alviverde para a temporada. Segundo os novos mandatários do Passense, Davi de Oliveira, presidente do Conselho Deliberativo, e Rogério Santos, presidente do Conselho Executivo, o acordo visa uma reconstrução rápida e de qualidade para a disputa da Segundona, que ainda não possuí previsão de início.

"Fechamos essa parceria com a Time do Bem pois além de confiarmos no Alexandre Souza, que é quem gerencia a empresa, vimos a necessidade de ampliar nossas possibilidades no mercado nessa questão dos atletas", explicou Davi

"Nossa ideia é que consigamos montar um grupo forte, com bons jogadores, mesclando entre alguns experientes e outros jovens para adquirir rodagem. Queremos um time competitivo para disputar em igualdade com as outras equipes", afirmou Rogério.