Por causa do coronavírus, Olimpíada de História é adiada para o segundo semestre

Publicado em 31/03/2020 - educacao - Da Redação

Por causa do coronavírus, Olimpíada de História é adiada para o segundo semestre

Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no país, a 12ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), projeto desenvolvido pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi adiada para o segundo semestre de 2020. O prazo para se inscrever, que seria encerrado dia 24 de abril, também foi prorrogado e segue até dia 31 de maio. (clique aqui para se inscrever)

Uma nova data para realização da competição ainda será divulgada. Já a fase final que ocorre presencialmente na universidade está prevista para ocorrer em 2021.

A medida foi tomada pela comissão organizadora como uma forma de evitar prejuízos aos participantes e garantir isonomia entre as equipes. A coordenadora da ONHB e professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, Cristina Meneguello, explica que apesar das seis fases da competição serem totalmente online há necessidade de interação entre os alunos e contato com o professor.

“Sabemos que parte dos participantes da ONHB utiliza a estrutura da escola, como computadores e internet, para realizar a prova, o que é inviável neste momento em que as aulas estão suspensas”, afirmou. “Nós queremos garantir que todos tenham condições estruturais para realizar a prova e, neste momento em que o isolamento social é recomendado, isso ficou inviável”, acrescentou.

A comissão organizadora também prevê disponibilizar, nos próximos meses, atividades gratuitas e abertas para o público interagir com a plataforma da competição e realizar as provas de forma online entre amigos e familiares.

Sobre a ONHB

Com um formato totalmente original, a Olimpíada de História é aberta para professores e alunos dos ensinos Fundamental (8º e 9º anos) e Médio de escolas públicas e particulares de todo país. Na última edição, em 2019, registrou número recorde de inscritos com mais de 73 mil participantes de todos os estados brasileiros.

Para participar, os interessados devem formar equipes compostas por um professor de História e três alunos. A competição conta com seis fases online – com duração de uma semana cada – além da final presencial realizada na Unicamp, em Campinas-SP.

Após as seis fases, no mínimo 200 equipes (800 participantes) serão classificadas e convocadas para a final presencial. O projeto é desenvolvido pelo Departamento de História por meio da participação de docentes, alunos de pós-graduação e graduação.


Serviço:

12ª Olimpíada Nacional em História do Brasil

Inscrições até 31 de maio de 2020

Inscrição por equipe: R$ 58,00 (alunos de escolas públicas) e R$ 118,00 (alunos de escolas particulares)

Mais informações, regulamento e inscrições no site: olimpiadadehistoria.com.br