Amigos e mais amigos 2009

Publicado em 27/04/2009 - editorial - José Nário de F. Silva

É totalmente desnecessário falar aqui do aqui do grande sucesso do jantar anual de confraternização de “A Folha”. Isto já é fato consumado e pode ser facilmente comprovado pelos textos e fotos desta edição. Eu quero falar um pouquinho de sentimentos. Mais especificamente de emoção.
No mundo globalizado e conturbado de hoje, com os acontecimentos cotidianos atropelando nossas emoções, é muito bom saber que pessoas do nosso relacionamento ainda são capazes de destilar nobres sentimentos.
É muito bom saber que a amizade ainda viceja forte e duradoura, dentro da cruel realidade dos tempos atuais, sobrevivendo incólume em meio a tantas adversidades. 
Uma cena chamou-me a atenção logo que cheguei ao local do evento, o sempre competente e charmoso Cesário’s. Enquanto conversava com as eficientes e simpáticas recepcionistas Aline, Vani e Monalisa, o diretor de “A Folha”, Vagner Alves, veio ao meu encontro e saudou-me com as boas vindas de anfitrião.
Mas o que mais chamava atenção era a emoção estampada em seu semblante, denunciando sentimentos intensos. Certamente haviam lágrimas estancadas em seu olhar, contidas a custo pela responsabilidade de receber os convidados.
Eu já me preocupava com a situação, imaginando que algo pudesse ter dado errado, quando ele explicou. Dentre todas as visitas ilustres que recebia naquela data, todas especialíssimas e valorosas, uma delas fazia-se ainda mais especial. Era o ex-prefeito de Poços de Caldas e ex-deputado Sebastião Navarro Filho.
Isto porque o político poços-caldense, com raízes familiares em Monte Belo, fez-se presente no evento mesmo tendo perdido um filho recentemente. E sabe-se muito bem da dor de um pai que perde um filho para a fatalidade. Sem dúvida alguma, a superação que fez com ele estive presente para abraçar o anfitrião chama-se amizade.
E naquela noite de vinte de abril, véspera do feriado de Tiradentes, eu pude me deparar com dois grandes predicados especiais, nem sempre presentes em todos os seres humanos: a amizade e a emoção de saber-se amigo.
E acredito que a função maior desse evento, o congraçamento da amizade, esteve ali no ambiente, de forma farta e significativa, circulando e pairando por sobre todos nós, enchendo-nos o coração de alegria ao encontrar grandes amigos e companheiros de luta.
Eu, especialmente, pude partilhar dessa alegria ao dividir a mesa com velhos amigos, e conterrâneos, de Monte Belo. Estavam lá o Armando e Ivana, O Zé Luis com a Jaqueline, o Marcelo e a Adriana, o José com a Dirce, além do Prefeito Humberto Fernandes Maciel acompanhado do filho Fernando.
Mais uma vez parabenizo toda a equipe do jornal e, por conseguinte do Cesário’s,  pela excelente qualidade do evento. Parabenizo também a nossa querida Vaine Alves pela condução das formalidades com a sua efusiva simpatia.