COLUNA MG (11 de Dezembro de 2019)

Publicado em 11/12/2019 - coluna-minas-gerais - Da Redação

COLUNA MG (11 de Dezembro de 2019)

Patos  tem mais de cem pacientes na espera

Pacientes com câncer correm contra o tempo para iniciar o tratamento em Patos de Minas. Segundo dados do Conselho Estadual de Saúde, o Município tem 145 pessoas diagnosticadas com a doença à espera de intervenção através do SUS. As informações foram apresentadas durante Comissão Intergestores Regional Ampliada - CIRA, realizada no dia 29 de novembro, em Paracatu. O atendimento oncológico no Município é realizado pela Clínica AZ do Noroeste, que realiza procedimentos de radioterapia e quimioterapia de forma terceirizada, a serviço do Hospital São Lucas (HSL), que é credenciado ao SUS. (Folha Patense)

Aluno de Antônio Dias leva ouro

O Vale do Aço registrou outra medalha de ouro na 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). O responsável por essa conquista é Leonardo Soares de Almeida, de 14 anos, aluno da Escola Estadual Professor Letro, localizada no Centro de Antônio Dias, município que faz parte do Colar Metropolitano do Vale do Aço. Essa foi a segunda medalha de ouro registrada na região. Victor Kaizer de Carvalho, de 15 anos, também conquistou a medalha dourada na 15ª Obmep. O aluno revelou que não tem o hábito de estudar em casa todos os dias e apontou qual curso de faculdade pretende escolher no futuro. (Diário do Aço - Ipatinga)

 

Empresa faz acordo e demite 344

A indústria de calçados Ferracini, que tem unidade em Machado, assina hoje, terça-feira, dia 10, acordo de demissão de 344 funcionários da fábrica de Machado. Dois diretores de Franca/SP estão na unidade de Machado, realizando os processos de acertos financeiros e demissões. Desde janeiro a matriz estaria migrando suas operações para o Estado da Bahia, por conta da alíquota de ICMS: 18% em Minas; 7% na Bahia. O gerente local, Walson de Oliveira informou que vem mantendo reuniões com os diretores da empresa em  Franca, junto com os funcionários. (Folha Machadense)

 

Comissão Pró-Ferrovias visita Araguari

A importância do acervo patrimonial ferroviário de Araguari está sendo novamente reconhecida. Durante visita técnica realizada ao município a Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) liderada pelo presidente e deputado João Leite pôde conhecer e verificar as condições dos imóveis do Complexo Ferroviário de Araguari, que foram transferidos ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Na ocasião, foram discutidas questões sobre os possíveis investimentos por parte da VLI, visando a compensação dos danos causados pela empresa. (Gazeta do Triângulo - Araguari)

 

Câmara  de Varginha devolve 2 milhões

A Câmara Municipal de Varginha antecipou a devolução de recursos ao Executivo para ajudar no pagamento do 13° do funcionalismo público. O valor devolvido até agora é de R$ 2 milhões e mais uma quantia ainda deverá ser repassada até o final do mês. "Geralmente essa devolução é feita no final do ano, mas sabendo da necessidade do pagamento do décimo terceiro do funcionalismo e atendendo a um pedido do Executivo para que antecipássemos esse repasse, nós equacionamos o caixa da Câmara para poder antecipar essa devolução", explicou o presidente da Câmara, vereador Dudu Ottoni. (Correio do Sul - Varginha)

 

Pouso Alegre regulamenta lei que proíbe fogos

O prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões, assinou decreto que regulamenta o art. 86 da Lei 2.323/1988, que normatiza a utilização de fogos de artifício no município de Pouso Alegre. Com isso, a lei volta a vigorar e os fogos, a serem proibidos na cidade. A partir daí, é proibida a soltura de fogos de artifício de estampido, bombas, busca-pés, morteiros ou outros fogos perigosos nos logradouros públicos ou em janelas e portas voltados para os mesmos. Lei proíbe fogos por impactos negativos que causam à população de pessoas autistas e aos animais. A proibição se estende à soltura de balões e fazer fogueiras. (Jornal da Cidade - Pouso Alegre)

 

Publicidade tem  0,3% do orçamento em GV

Embora a quantia destinada aos gastos com publicidade tenham gerado polêmica na Câmara Municipal, durante a discussão do orçamento de Governador Valadares para o ano de 2020, o secretário municipal de Governo, Marcos Sampaio, avalia que o valor - cerca de R$ 3,7 milhões - é compatível com o investimento realizado pelo setor ao longo de 2019. Ele destaca que os gastos com publicidade representam apenas 0,3% do orçamento municipal, definido em R$ 1,5 bilhão. "Para este ano de 2019, nós tivemos publicidade institucional com 1,250 milhão de reais e publicidade de utilidade pública também com 1,250 [milhão]. No total, são 2,5 milhões. E não gastamos esse dinheiro todo até agora", declarou Sampaio. (Diário do Rio doce - Governador Valadares)


ASCOM