Poços de Caldas vai contar com Plano Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil

Publicado em 17/06/2019 - regiao - Da Redação

Poços de Caldas vai contar com Plano Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil

Na quarta-feira, 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, a Comissão Municipal para Acompanhamento das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI) elegeu a Mesa Diretora que ficará à frente das atividades realizadas em Poços de Caldas.

Em reunião no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) foram eleitos Andréia Cristina Achel, representante da Secretaria Municipal de Promoção Social, como presidente; Andréia Meletti da Silveira, do Conselho Tutelar, como vice-presidente; Nelson Fernando Maure Carvalho, do Conselho Municipal de Assistência Social, como primeiro secretário; e Alexandre Furtado Scarpelli Ferreira, da Delegacia Regional do Trabalho, como segundo secretário.

A Comissão Municipal para Acompanhamento das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil foi nomeada pelo Decreto 12.785, publicado em novembro do ano passado. Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Promoção Social, a comissão conta com membros das secretarias de Saúde, Educação, Cultura, Esportes e Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Conselho Municipal de Assistência Social e dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Delegacia Regional do Trabalho, Sindicato dos Empregados no Comércio, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Serviço Social do Comércio (SESC) e Pontifícia Universidade Católica campus Poços de Caldas.

“Essa comissão foi criada para discutir e efetivar as ações em prol da erradicação do trabalho infantil em Poços de Caldas. As reuniões acontecem mensalmente junto à equipe da Unis, empresa parceira que atua no planejamento das atividades, no sentido de construir o Plano Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil”, explica a diretora do Departamento Técnico da SMPS, Valéria Dias Castilho.

Ela informa que o Censo IBGE de 2010 apontou a existência de casos de trabalho infantil no município e, desde então, vêm sendo realizadas ações de combate. Agora, está em construção o Plano Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil, que vai sistematizar a estratégia de atuação.

“São ações que vão se desdobrar, a partir do levantamento e das atividades que vêm sendo realizadas. É uma temática muito séria e, por isso, precisamos atuar conjuntamente. O objetivo é identificar as situações de trabalho infantil para que estas famílias e crianças tenham acesso a outras oportunidades”, destaca a diretora técnica.


ASCOM