Poços de Caldas amplia participação no Concurso EPTV na Escola

Publicado em 14/06/2019 - regiao - Da Redação

Poços de Caldas amplia participação no Concurso EPTV na Escola

Poços de Caldas ampliou a participação no Concurso EPTV na Escola 2019. Neste ano, 109 redações foram protocoladas junto à Divisão de Projetos de Educação Complementar da Secretaria Municipal de Educação e já estão sendo avaliadas pela Comissão julgadora local. Em 2018, foram 78 textos concorrentes na etapa municipal.

Os textos estão sendo avaliados e selecionados por comissão formada por profissionais indicadas pela SME, composta pela professora de Língua Portuguesa da rede estadual, Jéssica Juliana Rufino, e pela jornalista Tatiana Espósito.

Ao todo, são 24 escolas participantes, sendo 14 da rede municipal, quatro estaduais e seis escolas particulares. São 109 redações protocoladas, sendo 45 de alunos de escolas municipais, 20 textos de estudantes da rede estadual e 44 da rede particular.

As correções são feitas sem que as avaliadoras tenham acesso ao nome do aluno e da escola de origem, garantindo a isenção do processo. Após a avaliação local, 20 redações serão selecionadas e enviadas à sede da EPTV, em Varginha.

Fake News
Neste ano, o tema do concurso é “Quando a mentira parece a verdade”. “O concurso traz para 2019 um assunto contemporâneo de grande relevância, as fake news. Certamente, a importância e atualidade do tema foram fatores decisivos no significativo aumento da participação dos alunos de Poços no concurso”, destaca o coordenador da Divisão de Projetos, Mario Augusto Marques.

No ano passado, o município teve dois representantes entre os semifinalistas e, em 2017, Poços de Caldas ficou com a primeira colocação no concurso, com o texto “Eu rua”, da aluna do Colégio Municipal Dr. José Vargas de Souza, Marina Stano de Macedo.

O projeto
Neste ano, o “EPTV na Escola” visa propiciar aos alunos, através do tema: “Quando a mentira parece a verdade”, uma reflexão sobre o que são as fake news, por quem e com que propósito são produzidas e como sua disseminação acontece. Em contrapartida, o tema propõe também uma atitude crítica e participativa sobre como podemos identificar, nos proteger e checar as informações que chegam até nós pelas mídias digitais.

Os estudantes classificados de cada cidade ganham um dia de passeio em Varginha, sede da EPTV Sul de Minas. No final, serão escolhidos os dez melhores trabalhos da região. Além de prêmios, os autores fazem parte da produção de uma série de reportagens baseadas no texto das redações finalistas, que será exibida no telejornal da emissora.


ASCOM