O crescimento de confecções de lingerie em Monte Belo

Publicado em 16/06/2019 - regiao - Da Redação

O crescimento de confecções de lingerie em Monte Belo

Monte Belo prepara a realização de uma primeira feira de lingerie para o mês de novembro deste ano. Conforme informações, o município conta com 120 confecções, sendo que 20 delas já confirmaram participação no importante evento para a economia local. Os detalhes foram revelados à nossa reportagem pelo Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Luiz Arnaldo Martins, mais conhecido por “Luiz Balduino”. Formado técnico em Agropecuária no ano de 1983, tem grande conhecimento e experiência na área. Como vereador suplente, chegou a ocupar uma cadeira no Legislativo no atual mandato, demonstrando prestígio político.


1ª FEIRA DE LINGERIE

O setor de confecção de lingerie vem crescimento nos últimos anos no município. O Secretário Luiz Balduino destacou o apoio do prefeito Valdevino de Souza no desenvolvimento de Monte Belo. O setor de lingerie surgiu há mais de dez anos e hoje o município conta com 120 empresas de confecção de lingerie, gerando em torno de 2000 empregos diretos para a população de Monte Belo e outras cidades da região.

Neste momento, a administração conseguiu agregar 20 empresas que estarão participando da 1ª Feira de Lingerie programada para os dias 15, 16 e 17 de novembro. O evento terá o apoio da prefeitura e SEBRAE. O SEBRAE vem trabalhando há seis meses junto a estas 20 empresas através de palestras e cursos, visando exclusivamente a participação na feira. O Secretário relata que visitou duas empresas na última semana, sendo que uma emprega 26 funcionários e outra 19 colaboradores, todos de Monte Belo. 

Na reunião ordinária no dia 04 de junho, a Câmara de Vereadores aprovou importante projeto em apoio à realização da primeira feira de lingerie de Monte Belo. Ou seja, uma abertura de crédito no valor de R$ 40 mil visando impulsionar o programa de cooperação que está sendo trabalhado junto ao grupo de empresários. A expectativa é que a realização da feira tenha um custo em torno de R$ 120 mil, sendo R$ 40 mil através da prefeitura e R$ 80 mil através do SEBRAE. Os empresários também estarão participando com investimento em torno de R$ 40 mil, preparando suas empresas e exposição através de uma consultoria contratada (R$ 20 mil) para preparar toda estrutura da feira.

O Secretário Luiz Balduino valorizou a Associação Comercial e Industrial de Monte Belo, que também conta com o apoio da administração municipal. Não foi possível uma aproximação da associação com o SEBRAE, mas o governo municipal apoia as iniciativas. Inclusive, a feira da associação está prevista para acontecer no mês de agosto.


AÇÕES AMBIENTAIS

Luiz Balduino também falou sobre o trabalho desenvolvido à frente da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Revelou que a pasta não existia anteriormente, sendo o primeiro secretário neste setor. 

Na área do meio ambiente, o Secretário citou projeto da ALAGO/FURNAS que atendeu dez produtores do município com a recuperação de nascentes com cercas, plantio de árvores e outros procedimentos gratuitos. Outros vinte produtores já estão cadastrados para a mesma ação.


DESABAMENTO DE CASAS

O bairro Vila Rica sofreu com o desabamento de casas e interdição de outras residências. A prefeitura agiu em favor das famílias prejudicadas, inclusive mantendo o aluguel social. Ao mesmo tempo, providenciou um estudo geográfico do solo e a busca de recursos junto ao governo federal para que o local seja recuperado.


ESTRADAS E PONTES

A conservação das estradas rurais é um grave problema em todos os municípios, principalmente durante o período de chuvas, como aconteceu com maior intensidade neste ano. Em Monte Belo, a situação não é diferente, sendo que a prefeitura vem trabalhando a recuperação das estradas e reconstrução de quatorze pontes destruídas. A expectativa é que todas as estradas do município sejam totalmente recuperadas já nos próprios dias, inclusive com a devida colocação de cascalho.

Ainda na agricultura, o Secretário anunciou que pretende buscar o apoio do SEBRAE em projetos ao produtor rural. Principalmente, confiando na força do atual presidente do órgão, ex-deputado federal Carlos Melles.