Reunião técnica inaugura Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais

Publicado em 18/10/2019 - politica - Da Redação

Reunião técnica inaugura Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais

Iniciativa da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade busca apontar soluções e atrair investimentos 

Composto por um portfólio de projetos priorizados para a implantação e operação de uma nova estrutura ferroviária no estado, o Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais (PEF) teve sua reunião técnica inaugural. Durante o encontro, realizado na quarta-feira (16/10), também foi assinado o Acordo de Cooperação Técnica entre o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), e a Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), que estabelece as responsabilidades para o desenvolvimento dos estudos para subsidiar a elaboração do PEF.

Como ponto de partida, será construído um diagnóstico do atual sistema ferroviário mineiro, de forma a serem definidas estratégias e construído um programa de investimentos que atenda à demanda do setor e da população mineira.

 

Coordenados pela Seinfra, os estudos contarão com a contribuição da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) - que vai patrociná-los e atuar como interlocutora junto às empresas do setor ferroviário e o Governo do Estado. A Fundação Dom Cabral, empresa contratada para a realização dos estudos, esteve presente e apresentou o cronograma preliminar do PEF. A expectativa é de consolidação do documento já no próximo ano.

“O principal objetivo do Plano é aprofundar as questões relativas ao modal ferroviário em Minas Gerais. Quais projetos têm condições de se tornar realidade? Precisamos construir uma carteira de projetos factível e sustentável”, enfatizou o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio Barcelos, ao começar a reunião.

“É um orgulho e uma oportunidade enorme, para nós, poder contribuir. Minas Gerais já tem se destacado, nessa interlocução com o Governo, em relação à relevância do tema. Esperamos ajudar a tirar os projetos do papel”, afirmou o presidente da ANTF, Fernando Paes.

Entre os temas a serem estudados destacam-se a construção do Ferroanel de Belo Horizonte e dos contornos ferroviários em Montes Claros, Juiz de Fora, Divinópolis e Itaúna; a adequação de ligações ferroviárias em diversas regiões do estado, como na Serra do Tigre; conversão de linhas férreas desativadas para uso por transporte urbano de passageiros; e a implantação de serviços de transporte ferroviário regional de passageiros. Outros projetos serão mapeados durante a elaboração do PEF.

Na reunião inaugural foi definida, ainda, a composição do Comitê Executivo do Plano, que contará com participação de membros da Seinfra, da ANTF e da Fundação Dom Cabral. A ideia é que a Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras seja envolvida nas discussões.

Dedicação exclusiva

Com a aprovação do Projeto de Lei nº 23.304, de 30 de maio de 2019, foi criada, no âmbito da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, a Superintendência de Transporte Ferroviário, subordinada à Subsecretaria de Transportes e Mobilidade. Com isso, a Secretaria passou a ter uma área dedicada exclusivamente aos assuntos ferroviários do Estado.

“Estou há dez anos trabalhando com o tema, e é muito relevante essa iniciativa do Governo de querer participar ativamente dessas discussões. A superintendência que foi criada tem o objetivo de somar”, ressaltou a superintendente Vânia Cardoso.

Presenças

Estiveram presentes na reunião o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio Barcelos; a diretora-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana (ARMBH), Mila Batista; o presidente da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), Fernando Paes; a subsecretária de Transportes e Mobilidade da Seinfra, Mônica Lanna; a superintendente de Transporte Ferroviário da Seinfra, Vânia Cardoso, além de representantes da Fundação Dom Cabral (FDC) e das concessionárias.

SEGOV