Coluna Minas Gerais (31 de Julho de 2020)

Publicado em 31/07/2020 - coluna-minas-gerais - Da Redação

Coluna Minas Gerais (31 de Julho de 2020)

NM receberá usinas fotovoltaicas

O Norte de Minas receberá investimentos da ordem de R$ 500 milhões. E o setor a receber essa injeção financeira é o da energia solar, consolidando a região ainda mais como polo da geração fotovoltaica no país. O novo projeto que deve movimentar a economia norte-mineira é da Empresa Mineira de Geração Distribuída, que vai construir mais 35 usinas fotovoltaicas, chegando a 22 municípios do semiárido mineiro. O projeto foi anunciado pouco mais de um mês após a finalização da primeira unidade da empresa em Pirapora. (Jornal O Norte- Montes Claros)

 

Gaeco terá sede em JF

Juiz de Fora vai passar a contar com uma unidade do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Segundo informações do Ministério Público de Minas Gerais, a sede de Juiz de Fora vai se somar a já existente em Visconde do Rio Branco, ficando ambas responsáveis pela região da Zona da Mata. A resolução que lista Juiz de Fora entre as sedes do grupo foi publicada no último dia 24, e é do procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet. As duas unidades vão ter dois promotores de justiça atuando com exclusividade. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Delegacia tem vistoria eletrônica

A Delegacia de Trânsito de Barbacena iniciou a implementação da vistoria eletrônica. Em breve todas as vistorias veiculares vão ser realizadas por meio eletrônico. A vistoria, que é obrigatória nos casos de transferência de propriedade, alteração de dados e emissão de segunda via do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, é o ato de avaliar um veículo, assegurando a legitimidade da propriedade, autenticidade da identificação e da documentação, além de constatar se os equipamentos estão em condições corretas e seguras para o uso. (Folha de Barbacena)

 

Produtores cultivam mudas

O cultivo de mudas de espécies nativas para auxiliar no reflorestamento de áreas atingidas pelos rejeitos do rompimento da barragem de Fundão é a nova atividade de quatro agricultores de Mariana (MG) e Barra Longa (MG). Viabilizada pela Fundação Renova por meio do Ater Viveiros Familiares, a implantação dos viveiros contou com o envolvimento das famílias, que enxergaram a oportunidade de recuperar áreas impactadas e de diversificar a renda, proveniente, em sua maioria, da produção leiteira. Cada um deles recebeu cerca de 5 mil mudas. (Portal da Cidade- Mariana)

 

SL instala totens de higienização

A Prefeitura, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto - Saae, está instalando totens para higienização das mãos em locais estratégicos de Sete Lagoas. A medida tem como objetivo a prevenção à Covid-19 e faz parte do conjunto de ações promovidas pela Prefeitura no combate à pandemia. Inicialmente, cinco locais estão recebendo os equipamentos: Centro de Apoio ao Turista - CAT-JK, Terminal Urbano do Transporte Coletivo, Hospital Municipal e UPA 24 horas. Outro totem foi instalado na Teófilo Otoni, em frente a Secretaria Municipal de Educação. (Boca do Povo- Sete Lagoas)

 

Araxá abre mais leitos de UTI

A Secretaria Municipal de Saúde de Araxá implantou mais cinco novos leitos de UTI para tratamento de pacientes com Covid-19. A cidade passa agora a contar com 20 vagas em Unidade de Tratamento Intensivo. A Santa Casa de Misericórdia continua sendo a unidade de referência para pacientes contaminados pelo novo Coronavírus. O município tem 11 pacientes de Covid-19 internados em leitos de UTI, sendo 6 de Araxá, 3 de Santa Juliana, 1 de Ibiá e 1 de Pratinha. Em relação aos leitos de enfermaria para tratamento de pacientes contaminados por Coronavirus, Araxá conta com outros 89 leitos. (Diário de Araxá)

 

Caratinga é contemplada com cestas

Caratinga é um dos municípios contemplados pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Sedese) com a doação de cestas básicas destinadas à população em situação de vulnerabilidade social agravada pelos efeitos da Pandemia do Covid-19. As cestas básicas são fruto de doação pelo projeto "Fazer o Bem Faz Bem" e devem atender ao público prioritário de programas sociais. O município é responsável pelo carregamento, retirada e transporte das cestas devendo providenciar veículo e quantidade de servidores compatíveis. (Diário de Caratinga)


ASCOM