Cooxupé firma convênio com LS Tractor para fornecimento de máquinas agrícolas

Publicado em 09/10/2019 - agronegocio - Da Redação

Cooxupé firma convênio com LS Tractor para fornecimento de máquinas agrícolas

O acordo tem como objetivo disponibilizar aos cooperados toda linha de tratores com condições diferenciadas 

A Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé) assinou, na segunda-feira (07/10), um convênio com LS Tractor, fabricante sul-coreana de tratores para o fornecimento de máquinas agrícolas, com condições diferenciadas para os cerca de 15 mil cooperados. 

A LS Tractor, que é a maior fabricante de tratores da Coréia do Sul e tem origem no grupo eletroeletrônico LG, produz seis séries de tratores que vão de 25 a 145 cv para atuar em mercados como café e lavouras de grãos. A unidade brasileira, a única fora da Ásia, está estruturada para produzir cerca de 5 mil tratores por ano. 

Para o presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, a mecanização e automação são muito importantes para a cafeicultura. “Acredito nessa parceria e todos os frutos são destinados aos nossos cooperados, já que o nosso objetivo é levar os melhores negócios possíveis aos associados da cooperativa. Além disso, confiamos na inovação da LS Tractor, que contribui com o processo de mecanização e automação na produção de café”, diz Melo. 

De acordo com o gerente comercial da Cooxupé, José Geraldo Junqueira, a cooperativa busca oferecer uma linha de produtos diversificados para o associado encontrar insumos e maquinários com condições diferenciadas. “Em nosso portfólio, nos faltava a opção de tratores, algo muito importante na rotina do cafeicultor. Tratam-se de modelos com grande aceitação na região e, por isso, acreditamos nesta parceria em benefício dos nossos cooperados”, diz Junqueira. 

Já André Rorato, vice-presidente da LS Mtron Brasil, detentora da marca LS Tractor, a parceria com a Cooxupé é muito representativa em razão dos critérios de qualidade junto aos seus fornecedores. “A cooperativa é muito criteriosa na escolha dos seus parceiros comerciais e, se fomos escolhidos, podemos dizer que ganhamos um aval importantíssimo para os nossos produtos. Além disso, o modelo R65 teve uma aceitação muito grande entre os cafeicultores”, afirma Rorato. 

Para atender aos cooperados e permitir a realização do convênio houve uma negociação com as concessionárias da região que farão o treinamento, entrega técnica e todo suporte de pós-venda aos associados da Cooxupé. “Isso dá mais consistência entre o processo de venda, entrega e atendimento posterior”, diz Rorato.

ASCOM