Secretaria de Estado de Saúde orienta que somente crianças sejam vacinadas este mês contra o Sarampo

Publicado em 09/08/2018 - saude - Da Redação

Secretaria de Estado de Saúde orienta que somente crianças sejam vacinadas este mês contra o Sarampo

O setor de epidemiologia no Brasil trabalha para o combate da poliomielite e do sarampo. O Ministério da Saúde emitiu recentemente comunicados sobre os surtos de sarampo e o risco de retorno da pólio. No caso do sarampo, a ocorrência de surtos nos Estados de Roraima e Amazonas, colocou o Brasil em alerta. Já para a poliomielite, a identificação do caso na Venezuela traz o risco de volta da doença, erradicada no Brasil desde 1990.

Tanto sarampo quanto poliomielite são doenças infectocontagiosas. A cobertura vacinal contra a poliomielite prevê doses aos dois, quatro e seis meses de vida, com reforços a partir de um ano e três meses e aos quatro anos. Já para o sarampo, a cobertura vacinal prevê duas doses: com um ano e três meses e outra até 29 anos. Quem não tomou as duas doses neste período, deve tomar a vacina até completar 49 anos. Mas, uma nota emitida pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, informa que por um atraso na entrega das doses da vacina triviral pelo laboratório, a orientação é que durante o mês de agosto, somente as crianças de um a menores de cinco anos sejam vacinadas, dentro da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo e a Campanha Estadual de Atualização da Caderneta de Vacinação, ambas que começaram na segunda, 6. “O Estado informa nesta nota que não recebeu a cota da vacina Tríplice Viral para distribuição da rotina do mês de agosto, por isso a necessidade de priorizar as crianças neste momento. A recomendação é que os adultos que procurarem as salas de vacina sejam orientados a voltar em setembro, caso não estejam com o cartão de vacinação em dia, quando os estoques já deverão estar restabelecidos para atendimento desta faixa etária”, explicou Juliana Loro Ferreira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Poços.

A Campanha para as crianças prevê duas gotinhas contra a polio e a vacina triviral que além de imunizar contra o sarampo, também protege contra caxumba e rubéola. Em Poços, o público estimado para a Campanha é de 7.500 crianças e a meta é imunizar pelo menos 95% deste total. No município, a cobertura vacinal contra a poliomielite é de 67%. Já no caso da tríplice viral, a cobertura é de 97% na primeira dose e cai para 81% na segunda dose. A Campanha, realizada em todas as salas de vacina da área urbana e também nas unidades básicas de saúde da zona rural, vai até o dia 31 de agosto. No sábado, 18, será o Dia D, quando a vacinação também será feita durante todo o dia.


ascom