Agentes Comunitários de Saúde participam de capacitação sobre calendário vacinal em Poços

Publicado em 08/02/2018 - regiao - Da Redação

Agentes Comunitários de Saúde participam de capacitação sobre calendário vacinal em Poços

Durante toda a semana, os cerca de 170 agentes comunitários de saúde do município participam de capacitação sobre o calendário vacinal. Os encontros estão sendo setorizados, de acordo com a área de atuação dos agentes. “Essa capacitação tem o objetivo de trabalhar o calendário vacinal com todos os agentes, independente se a unidade tem sala de vacina ou não, porque o acompanhamento das crianças menores de 5 anos principalmente, é uma atribuição do agente comunitário de saúde e dentro deste acompanhamento, a prevenção é através das vacinas, do acompanhamento do cartão. O objetivo é dar mais embasamento e treinamento para os agentes, para que durante as visitas domiciliares eles possam fazer uma avaliação muito mais criteriosa do cartão de vacinas da criança, tendo conhecimento do calendário vacinal e recomendando cuidado para as mães, que atrasam ou que deixam de levar as crianças para as vacinas, reforçando a importância da imunização e de manter as vacinas em dia. Tornar mais próxima da população esta informação sobre o calendário, a importância da vacinação e através disso, melhorar a cobertura vacinal e atingir as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde, são os nossos objetivos”, explicou Gisele Scatola, responsável técnica de Imunização. “Eu gostei do conteúdo que trouxe bastante informação, independente do tempo de trabalho como agente comunitária de saúde é sempre importante se atualizar”, afirmou a agente Flávia Liane Domingos, que atua na zona Sul.

 

O calendário vacinal até os cinco anos de vida prevê pelo menos 10 visitas à sala de vacina, para receber imunização e doses de reforço, contra diversas doenças como poliomielite, hepatites A e B, varicela e febre amarela, entre outras.

 

A coordenadora da Divisão de Atenção Básica, Camila Bacelar, explica que a iniciativa visa a intensificação de um trabalho que já é feito. “Normalmente os agentes já visitam as casas, dão orientações e tiram dúvidas sobre saúde. Esse acompanhamento mês a mês evita o atraso da imunização e o abandono do esquema vacinal”.

 

A Secretaria de Saúde lembra que os agentes de saúde trabalham devidamente identificados, com camisetas, coletes ou crachás. Em caso de dúvidas, o ideal é verificar na unidade básica de saúde mais próxima de casa, informações sobre as equipes que fazem este trabalho em domicílio. A Secretaria de Saúde orienta ainda a antes de abrir a porta ou de permitir a entrada de qualquer estranho na residência, que o morador peça o nome e a função desta pessoa e entre em contato com os números de atendimento para verificar a veracidade das informações prestadas. Os números para contato são: 3697-5316, 3697-5920, 3697-5977 e 0800-283-0324 (ligação gratuita).

 

ASCOM