Obras do Trevo Arlindo Figueiredo em Passos

Publicado em 11/06/2018 - politica - Da Redação

Obras do Trevo Arlindo Figueiredo em Passos

Obras do Trevo Arlindo Figueiredo avançam 

Cerca de 50% das obras de construção do novo Trevo da Arlindo Figueiredo estão concluídas, com pouco mais de nove meses de obras. O anúncio foi feito pelo deputado estadual Cássio Soares com informações da Concessionária AB Nascentes. A previsão é que seja concluído no final deste ano, com todo o complexo de duplicação, acessos ao Distrito Industrial, Aeroporto e Fortaleza de Minas finalizado até junho de 2019.

Com investimentos que giram em torno de R$ 19 milhões, a obra inclui a interseção em dois níveis no entroncamento da MG-050 com a Avenida Arlindo Figueiredo, com passagem inferior de veículos e pedestres (trevo em dois níveis) e a duplicação de 1,4 quilômetro de pista (dos quais 0,7 quilômetro já estão prontos), entre os Kms 357,2 e 358,1 (AABB até Aeroporto).

Com cerca de metade da obra realizada, já foram concluídas as alças de acesso do lado direito da MG-050, que segue sentido São Sebastião do Paraíso, para acesso a Passos pela avenida Arlindo Figueiredo e que funcionam como desvio para implantação da passagem inferior de veículos e pedestres. Agora, estão em execução as alças 1 e 2 do lado direito da pista, sentido Belo Horizonte, para acesso a Passos pela avenida Arlindo figueiredo. Além de estar no processo final das obras de implantação da passagem inferior de veículos e pedestres, considerado o processo mais demorado da obra.

Luta pelo Trevo da Arlindo 

O deputado estadual Cássio Soares foi um dos principais agentes responsáveis pela liberação e o início da obra, antes e após a assinatura do Termo Aditivo 07 - realizada em maio deste ano - que permitiu a inclusão do trevo em dois níveis no contrato de Parceria Público-Privada (PPP) da MG-050.  Para isso, Cássio Soares esteve várias vezes reunido com representantes do Governo e da Concessionária, nas quais destacou a importância do trevo à população passense e regional.

Os requerimentos para o início da obra também foram formalizados pelo deputado em Plenário e Comissões na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, com realização de diversas Audiências Públicas e até mesmo participando de uma Frente Parlamentar formada na ALMG.  


ASCOM