Deputado sugere mudar o traçado da BR-262 para atender Minas Gerais

Publicado em 01/08/2018 - politica - Da Redação

Deputado sugere mudar o traçado da BR-262 para atender Minas Gerais

Após receber visita do deputado federal Aelton Freitas (PR-MG), o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura), André Martins de Araújo, deu parecer favorável para solicitação do parlamentar para a mudança de traçado da BR-262 entre Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. Diante da crise financeira que impede o Governo do Estado de realizar a manutenção das estradas sob sua responsabilidade, a proposta faz parte de um movimento encabeçado pelo parlamentar para federalização de rodovias estaduais mineiras com o objetivo de garantir segurança e boas condições de tráfego.

Segundo Aelton Freitas, essa rodovia foi feita para ligar Vitória, no Espírito Santo, à Corumbá, no Mato Grosso do Sul, até a Bolívia. “Atualmente, ela vem de Vitória, passa por Belo Horizonte, Araxá, Uberaba e a partir do momento que ela encontra a BR-153, no município de Comendador Gomes, ela desaparece. Hoje, no Pontal do Triângulo Mineiro não se acha mais a BR-262. É em uma cidade chamada Água Clara, a 100 km de Três Lagoas, que a BR-262 aparece de novo e segue para Campo Grande, Aquidauana, Miranda e Corumbá (MS) até a Bolívia”, explica.

Em reunião com o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, André Martins de Araújo, o parlamentar sugeriu um novo traçado para a BR-262 ligando a rodovia, sobre a BR-153 até a cruzeta de Frutal, para que passe por Itapagipe, São Francisco de Sales, Iturama, pela ponte de Porto Alencastro que divide Minas Gerais com Mato Grosso do Sul, e siga por Paranaíba, Inocência e Água Clara (MS). “Tendo esse traçado em Minas Gerais, vamos conseguir ver toda a BR-262 no mapa e vamos jogar nessa região, segundo a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), mais de 40 ônibus federais por dia, indo e vindo de Dourados, Campo Grande e de todas aquelas cidades do Mato Grosso do Sul para o centro sul do país, para ir à Brasília ou Belo Horizonte, por exemplo. Todos terão que passar pela BR-262 e por essas cidades do Triângulo, ligando Uberaba com todo o Pontal e com o sul de Mato Grosso do Sul”, esclarece o deputado Aelton Freitas.

Para o parlamentar, a receptividade foi bastante positiva, tanto que após a realização de uma visita dos técnicos do Departamento ao local, para estudo de viabilidade e levantamento de marcos no trecho apontado na proposta, o diretor André Martins deu parecer favorável à mudança do traçado. “A partir de agora a BR-262 vai sobrepor a BR-153 até a cruzeta de Frutal e a MG-255 até Paranaíba. Com este resultado, já podemos sonhar com a duplicação dessa rodovia tão importante para a região”, destaca o deputado federal.

 

 Assessoria de Comunicação - Gabinete Deputado Aelton Freitas