Deputado Arantes participa de reunião do Sistema OCEMG

Publicado em 14/04/2018 - politica - Da Redação

Deputado Arantes participa de reunião do Sistema OCEMG

A convite do presidente Ronaldo Scucatto, o deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB) participou na quinta-feira, (12/04/18), da Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Sistema Ocemg, que reuniu cerca de 50 cooperados. Arantes é presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O presidente Ronaldo Scucatto saudou o deputado: “Antonio Carlos Arantes é amigo e defensor do cooperativismo. Ele é o nosso representante na ALMG e está cuidando dos nossos projetos que tramitam naquela Casa. Somos gratos por tudo e na hora certa vamos retribuir o que ele tem feito pelo cooperativismo”, afirmou.

Arantes agradeceu o convite: É sempre um prazer estar aqui onde tenho a alegria de reencontrar vários amigos. Quero mais uma vez reafirmar meu compromisso com o cooperativismo. Todos sabem o papel que o agro tem no desenvolvimento do Brasil e o cooperativismo tem uma participação muito grande nisso. Está presente não só na produção, como na organização do setor e na disponibilização de crédito. Nosso gabinete é o quartel-general do cooperativismo e estamos de portas abertas para recebê-los”, ressaltou.

FRENTE PARLAMENTAR DO COOPERATIVISMO

O cooperativismo faz parte da história de vida do deputado Antonio Carlos Arantes. Começou na infância, foi a base na adolescência e sempre norteou seus passos na vida adulta. Ao se tornar deputado estadual, o cooperativismo tornou-se parte do seu mandato.

Como presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo de Minas Gerais (Frencoop - MG), composta por 36 deputados estaduais de vários partidos.

A Frencoop já enfrentou muitas batalhas sendo responsável pela elaboração de 12 normas jurídicas, entre leis, decretos e resoluções, que impactaram diretamente no cooperativismo, na economia e no mercado.

Entre elas a Lei 15.075 que criou a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo, a criação da Comissão de Desenvolvimento Econômico, que tem o cooperativismo como um dos seus pilares, e a garantia de uma cadeira para a Ocemg na Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg).

A Frencoop, liderada pelo deputado Arantes, lutou contra a proposta do governador petista, Fernando Pimentel, de acabar com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, que tinha na sua estrutura a Superintendência do Cooperativismo. A secretaria não foi extinta, mas foi fundida com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Não foi o melhor, mas o pior foi evitado. 
Entre as matérias legislativas em tramitação estão a PEC 1/2015, que equipara e dá ao dirigente de cooperativa de crédito de servidores públicos o mesmo direito que é dado aos sindicados de ter, de acordo com o número de cooperados, dirigentes à disposição, e o Projeto de Lei 744/2015 que dispõe sobre as despesas para a cobertura do curso de processamento de dados, no caso de consignação em folha de pagamento de servidor público, para amortização de empréstimo ou financiamento.

 

ASCOM / Texto e fotos: J.C. Junot