A Folha Regional - Início - Marco Regis

Hugo Chaves morre, a utopia sobrevive

Em 07/03/2013 - Marco Regis - Marco Regis

* por Marco Regis Se cansamos a paciência dos nossos caros leitores, tratando de assuntos ideológicos à exaustão, é porque certos meios de comunicação vivem a agredir a nossa inteligência, também à exaustão. Neste sentido, temos de render agradecimentos e homenagens a este e a outros jornais, de suma importância regional, que abrem espaço para as nossas manifestações contestatórias sem que elas possam significar a opinião dos mesmos.

Veja +

ARTIGO ESPECIAL: Das cinzas de Santa Maria

Em 01/02/2013 - Marco Regis - Marco Regis

Do trágico acontecimento do último final de semana, na cidade gaúcha de Santa Maria, conhecida pelo seu esplendor educacional e cultural, trago observações e questionamentos a serem compartilhados com os nossos leitores. Afinal de contas somos nós o “grande público” dos espectadores de canais abertos de televisão, ouvintes de emissoras de rádio, leitores dos grandes jornais e navegadores da internet, a quem se dirigem todos esses equipamentos midiáticos.

Veja +

Ex-Deputado Marco Regis escreve: Outro jeito de ver a guerra ao terrorismo

Em 06/05/2011 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

O artigo 4º da nossa Constituição Federal afirma que a República Federativa do Brasil rege-se por princípios,  em suas relações internacionais, como, por exemplo, o repúdio ao terrorismo.  Antes, o artigo 1º expressa que a federação brasileira é um Estado Democrático de Direito fundamentado na soberania; na cidadania: na dignidade da pessoa humana; nos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; e no pluralismo político. Por outro lado, no capítulo dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos há condenação à tortura e ao tratamento desumano e degradante, assegurando-se o direito à informação, à livre manifestação do pensamento, à inviolabilidade de consciência e de crença religiosa e à liberdade de expressão intelectual, artística, científica e de comunicação. O conjunto de preceitos constitucionais elencados  nos dá a oportunidade de ver, sob ponto de vista pessoal, as ações praticadas pelos ativistas  Cesare Battisti, italiano, preso no Brasil, e Osama Bin Laden, saudita, morto esta semana, sem que estejamos praticando ou fazendo apologia de terrorismo, condenado pela nossa Carta Magna. Além do mais, estamos exercitando direitos constitucionais, principalmente do acesso a todos ao direito de informação, à liberdade de pensamento e de expressão da atividade intelectual. Por isso, temos o direito e a coragem de estabelecer o contraditório diante da contumaz e massacrante manipulação da grande mídia ocidental, que está nas mãos de um punhado de bilionários, inclusive a brasileira.

Veja +

Outro jeito de ver a guerra ao terrorismo

Em 06/05/2011 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

O artigo 4º da nossa Constituição Federal afirma que a República Federativa do Brasil rege-se por princípios,  em suas relações internacionais, como, por exemplo, o repúdio ao terrorismo.  Antes, o artigo 1º expressa que a federação brasileira é um Estado Democrático de Direito fundamentado na soberania; na cidadania: na dignidade da pessoa humana; nos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; e no pluralismo político. Por outro lado, no capítulo dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos há condenação à tortura e ao tratamento desumano e degradante, assegurando-se o direito à informação, à livre manifestação do pensamento, à inviolabilidade de consciência e de crença religiosa e à liberdade de expressão intelectual, artística, científica e de comunicação.

Veja +

A COPA DO MUNDO SEM POLÍTICA

Em 25/06/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

Quem não é rancoroso tira de letra a máxima cristã de perdoar setenta vezes sete. Perante adversários políticos, colegas de profissão ou mesmo pacientes, já demonstrei minha capacidade para o perdão “ad aeternum”. Talvez, nem todos tenham percebido o meu despojado gesto de reaproximação ou de desculpa. Inequívocas provas disso aconteceram aqui em Muzambinho. Há algumas pessoas que ainda constam do meu purgatório particular, à espera dessa certidão negativa, pois em tudo na vida existe um momento burocrático.

Veja +

A COPA DO MUNDO E IDEOLOGIAS POLÍTICAS - (II Parte)

Em 18/06/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

Escrevi, na semana passada, que, nesta Copa do Mundo de Futebol,  tirante a minha torcida natural pela seleção verde-amarela do Brasil, tenho várias outras segundas opções para eu torcer. Então, elenquei uma série de países que iriam merecer alguns miligramas da adrenalina que flui pelo meu sangue e, aqui, deixei claro que usaria critérios políticos.

Veja +

A COPA DO MUNDO E IDEOLOGIAS POLÍTICAS

Em 11/06/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

A grande massa torcedora do mundo futebolístico mundial estará literalmente antenada, a partir deste final de semana, durante um mês, nas porfias que acontecerão nos estádios sulafricanos. A África do Sul é uma grande mistura de etnias e dialetos, que estariam representados na própria jabulani, a bola oficial da copa, produzida pela multinacional Adidas, uma combinação de onze cores diferentes.

Veja +

A ETERNA ISRAEL

Em 04/06/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

Enfrentamentos com o povo israelita se constituem numa fria tremenda. Os registros de milênios bem demonstram isso na vida desse povo descendente de Abrahão.  Se suas tribos já eram poderosas nos duelos com cananeus, filisteus, moabitas e outros, pior ficou agora quando eles dispõem de sofisticados meios de guerra e até bombas atômicas. Loucura é bater de frente com um povo que numa simples estilingada mata um gigante como Golias ou que, numa façanha sobrenatural, vê o Mar Vermelho se abrindo para a sua passagem e, em seguida, afogando todo um exército egípcio.

Veja +

JÁ ESTAMOS NA ÁFRICA

Em 28/05/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

Após a ressaca dos jogos da rodada do Brasileirão desta quarta feira, resolvi virar a noite como um noctâmbulo. Ora acordado, ora dormindo, no sofá, diante de uma TV funcionando horas a fio, insisti numa tola vigília para constatar o desembarque da seleção brasileira de futebol, em voo fretado da nacionalíssima TAM, que decolara ao entardecer da  nossa Capital Federal, depois de um beija-mão com o presidente Lula, rumo à África do Sul. Tudo isso num clima de ansiedade pela Copa do Mundo de Futebol, a 19a. presença  brasileira – o único país presente em todas elas. Já a minha torcida vai completar a l5a. edição, pois comecei esse acompanhamento ainda bem criança, quando da Copa de 1954,  na Suíça, época em que as transmissões eram exclusivamente pelo rádio.

Veja +

Ó VOCÊ DE BAIXO, PARE DE SUJAR MINHA ÁGUA AQUI EM CIMA

Em 21/05/2010 - Marco Regis - Marco Regis de Almeida Lima

Por mais que o assunto seja repetitivo e maçante, todos insistem em falar nele. Não seria eu um convicto escriba, que fugiria da raia, alinhando-me nas hostes dos submissos e covardes, que defendem graciosa e comodamente a supremacia dos que podem mais. Refiro-me à pressão internacional em bloco, que é feita pelos poderosos e pretensos donos deste mundo, apoiados por um bando de intrigantes ávidos pelos mais diversos interesses, à República Islâmica do Irã na questão do uso da energia atômica.

Veja +

« 4 5 6 7 8 9 10 11 12 »