Cursos Técnicos do IFSULDEMINAS- Campus Muzambinho promovem debate sobre o Setembro Amarelo

Publicado em 13/09/2018 - geral - Da Redação

Cursos Técnicos do IFSULDEMINAS- Campus Muzambinho promovem debate sobre o Setembro Amarelo

O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio foi tema de encontro dos cursos técnicos em Enfermagem e Segurança do Trabalho na segunda-feira (10). A data está entre as ações promovidas durante o Setembro Amarelo, que alerta a sociedade para o tema em todo o mundo. No IFSULDEMINAS- Campus Muzambinho o assunto foi abordado pela Dr.ª Mônica Anechini Campedelli, professora do curso de Psicologia e do curso de Especialização em teoria e Clínica Psicanalítica da Unifenas, em Alfenas.

A professora possui experiência em ministrar palestras sobre o tema, que ainda é tabu. No Brasil, há um suicídio a cada 45 minutos. No mundo, há uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos. No total, chega-se a 1 milhão de suicídios no planeta. Provocar o fim da própria vida está entre as principais causas de morte entre jovens de 15 a 29 anos. A Organização Mundial da Saúde estima que o suicídio é a 13ª causa de morte no mundo, sendo uma das principais entre adolescentes e adultos até os 35 anos. A taxa de suicídio é maior entre os homens.

Número 188

Para tentar reverter esse quadro, desde julho deste ano o Centro de Valorização da Vida (CVV), em parceria com o Ministério da Saúde, disponibilizou o número 188 para receber ligações gratuitas de todos os estados do Brasil, 24 horas por dia. O objetivo é apoiar pessoas em momentos de crise e com intenções suicidas.

O telefone ainda é o meio mais utilizado pela população para acessar o apoio emocional oferecido pelo CVV. Esse apoio, realizado por voluntários, permite falar sobre sentimentos, em um ambiente acolhedor e seguro. Esse apoio comprovadamente alivia a ansiedade, o desespero e conduz ao afastamento de eventuais pensamentos suicidas.

O CVV ainda oferece outros canais de comunicação (chat e e-mail) disponibilizados no endereço eletrônico www.cvv.org.br.

O Ministério da Saúde também disponibiliza material sobre prevenção do suicídio para profissionais da saúde e para a população em geral em seu site. Além disso, a população pode recorrer aos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) para apoio e tratamento especializado.

ASCOM / TEXTO: Carol Negrão com informações da Agência Brasil

FOTOS: Maurício Lavarda do Nascimento