ANATER define estratégias para formação de extensionistas

Publicado em 07/02/2018 - geral - Da Redação

ANATER define estratégias para formação de extensionistas

Grupo de discussão integra representantes do setor rural, do ensino e da pesquisa, que compartilham experiências e conhecimento para construção do programa de formação

 

Neste ano, o programa de formação da Agência de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) tem a meta de formar 5.300 extensionistas, sendo 5000 agentes e 300 gestores de todas as unidades da Federação. A proposta é qualificar os técnicos com objetivo de ampliar a abrangência e melhorar a qualidade da assistência técnica prestada aos produtores rurais.

Para definir e alinhar as estratégias do programa de formação, a Anater vem se reunindo mensalmente com a coordenação de formação da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead). O presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim, destaca que essas reuniões são fundamentais para uma construção contínua e compartilhada, não apenas no planejamento, mas também na execução das capacitações e na avaliação de resultados.

Na reunião realizada nesta terça-feira (06/02), além da Sead, também participaram representantes da Federação Nacional dos Trabalhadores da Assistência Técnica e Extensão Rural e do Setor Público Agrícola do Brasil (Faser), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Universidade Federal de Pernambuco, da Unicamp e da Rede Articulação Semiárido Brasileiro (Rede ASA).

Ao dar as boas-vindas aos participantes, o presidente da Anater ressaltou que a experiência e o conhecimento das instituições ali representadas vão contribuir sobremaneira para a qualificação e efetividade do programa de formação da Anater. “A proposta da Anater é desenvolver processos de formação para qualificação dos serviços de Ater direcionados ao fortalecimento da agricultura familiar e ao desenvolvimento rural sustentável e agroecológico, e o compartilhamento de conhecimentos e tecnologias propiciado por esses encontros são fundamentais para promover a interação entre a Ater, a pesquisa e o ensino nos eventos de socialização e ações programadas para 2018”, explica.

O coordenador-geral de formação da Sead, Gereissat Rodrigues de Almeida, destaca que o programa de formação é balizado nas diretrizes da Política Nacional de Ater (Pnater), que tem expresso em seus princípios conceitos de uma pedagogia dialógica e participativa. “E é essa orientação que queremos compartilhar com a Anater nesse trabalho de alinhamento que estamos fazendo, no sentido de ampliar as bases para a construção da abordagem de Ater que a Pnater requer, visando, inclusive, sistematizar um banco de profissionais que possam contribuir com os cursos de capacitação dos técnicos”, completa.

Na reunião, o gerente de Gestão de Ater e Formação, Vilmar Matter, apresentou as diretrizes que balizam o programa de formação da Anater, que propõe a reestruturação das entidades governamentais de Ater; a formação continuada de gestores e agentes de Ater; a integração entre ensino pesquisa, Ater e agricultores; a Ater como efetivadora de políticas públicas; a Ater para a sustentabilidade; a universalização da Ater, entre outras diretrizes.

 

ENCAMINHAMENTOS

Após os debates, como encaminhamento da reunião, ficou definido que, além do apoio de todos os parceiros ao programa, a Embrapa irá disponibilizar o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que se encontra em construção, bem como a produção de cursos de acordo com a demanda das entidades executoras dos projetos. A parceria entre a Unicamp e a CATI/SP  vai viabilizar vagas para agentes de Ater para participar do curso de especialização em Agroecologia, e a Sead, através da coordenação de Agroecologia, vai disponibilizar 96 projetos, oriundos do Edital 21/2016, dos Núcleos de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica (NEAS), para referências em conhecimento, tecnologia e formação de agentes de Ater.

ASCOM