Estudantes do Brasil, Angola e Portugal disputam a Olimpíada Brasileira de Agropecuária

Publicado em 13/09/2018 - educacao - Da Redação

Estudantes do Brasil, Angola e Portugal disputam a Olimpíada Brasileira de Agropecuária

Testes práticos e teóricos serão realizadas em Bambuí

Neste fim de semana, tem início a etapa presencial da 8ª edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (Obap). A cidade de Bambuí receberá a competição, que ocorrerá nas dependências do campus do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG). A cerimônia de abertura será realizada na sexta-feira, dia 14, às 20h, no Centro de Convenções. A partir deste ano, a olimpíada passa a ser internacional, contando com a participação de 165 estudantes de cursos técnicos em agropecuária e áreas afins do Brasil e de outros países de língua portuguesa. Os estudantes foram classificados após disputa virtual.

No sábado (15), competidores que integram 55 equipes realizam testes que desafiam seus conhecimentos teóricos e práticos. Durante a manhã, na sede do campus, eles serão submetidos a provas teóricas e terão 1h30 para responder às questões. No período da tarde, as equipes participam das provas práticas, que envolvem atividades de amostragem de solos, regulagem de plantadoras e inseminação artificial.

O evento encerra-se na manhã de domingo (16), quando ocorrerá a cerimônia de premiação e a entrega das medalhas e troféus às equipes campeãs. A solenidade também será realizada no Centro de Convenções do campus, às 08h30. Os melhores competidores serão convocados a participar de uma seletiva para compor a equipe que participará da Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (IESO), que, em 2018, será sediada pela Coreia do Sul.

A competição


A olimpíada nasceu com a proposta de estimular o ingresso de jovens do ensino médio/técnico integrado, concomitante e técnico subsequente em carreiras técnico-científicas, incentivando a participação em atividades de iniciação científica e estimulando cooperação e integração entre eles, ao colocá-los em situações desafiadoras e que testam os conhecimentos adquiridos durante os cursos.

Promovida pelo Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Olimpíada Brasileira de Agropecuária é realizada desde 2011. A competição consiste em duas fases: a primeira virtual e a segunda presencial. A primeira etapa aconteceu entre os dias 1 e 3 de agosto, quando os competidores tinham que responder, em uma hora, questões de múltipla escolha. Já na segunda fase participam as equipes classificadas na etapa virtual.

Na edição deste ano, foram inscritas 703 equipes, totalizando quase 3 mil participantes, considerando alunos e orientadores. Minas Gerais é o estado com a maior participação na primeira fase da competição, 92 equipes inscritas. A olimpíada conta com a participação de estudantes de escolas federais, estaduais e municipais representando quase todos os estados do Brasil. No âmbito internacional, a fase presencial contará com 2 equipes da Angola e três de Portugal.

Em 2017, a fase presencial foi realizada em Barbacena, na sede do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IFMG). Desde 2016, a competição é organizada com a parceria de outras instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, assumindo formato itinerante. Neste ano, o Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Bambuí é o anfitrião.

Quatro estudantes, selecionados por meio da edição 2017 da Obap, integraram a equipe brasileira que representou o Brasil na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (IESO), que, neste ano, foi realizada na Tailândia, entre os dias 08 e 17 de agosto. Giovanna Ramos Gonçalves Klauck e Giancarlo Nappi foram premiados na competição.

Texto e fotos: Ascom/ IFSULDEMINAS - Reitoria