A Folha Regional - Artigos - Variedades

De portões abertos, Expoagro convida a população de Guaxupé para show de Juliano Cezar, dia 08 de julho

Em 14/05/2009 - Variedades -

A Expoagro é uma festa que se orgulha em ser de Guaxupé e faz questão que o nome da cidade sempre esteja associado ao evento. É uma questão de respeito pelo berço da festa e principalmente um agradecimento carinhoso ao povo da cidade que faz da Expoagro/GRF, uma das 5 maiores do país e comprovadamente a festa com o melhor público.Além de carregar o nome de Guaxupé, uma das maiores preocupações dos organizadores da festa é sempre oferecer ao público um evento melhor e com muitas novidades.Este ano, a Expoagro realiza um sonho: trazer um artista de renome nacional e receber o povo de Guaxupé de portões abertos.Na quarta-feira, dia 08 de Julho, para abrir as apresentações musicais da festa, a arena da Expoagro/GRF recebe Juliano Cezar.Juliano Cezar tem 24 anos de carreira e uma lista de grandes sucessos que todos vão cantar juntos. Já gravou com Chitãozinho e Xororó, Milionário e José Rico e em seu repertório não faltam músicas que o Brasil inteiro canta.

Veja +

12ª Felinju lança com exclusividade a lingerie masculina com GPS

Em 30/04/2009 - Variedades -

A 12ª Felinju – Feira de Lingerie de Juruaia está recebendo visitantes até 02 de maio. Para este ano, a grande novidade é a lingerie masculina com GPS. Em 2008 o grande sucesso foi a lingerie feminina com GPS, sensação entre as mulheres, e homens, claro. Neste ano, a história é outra e os monitorados serão os homens!

Veja +

Cheff da Bélgica elogia Restaurante Cesário’s em Muzambinho

Em 30/04/2009 - Variedades -

Na última semana, Muzambinho recebeu a visita ilustre de Filipe Ivyn, 43 anos, cheff de cozinha oriundo da Bélgica. Durante entrevista, ele confessa sua paixão pelo Brasil que conheceu através do atletismo, sendo hoje se tornou empresário da culinária em Belo Horizonte. Já se considera, inclusive, um cheff belga “abrasileirado”.

Veja +

Casal promove em Muzambinho o intercâmbio entre Brasil e Japão

Em 27/04/2009 - Variedades -

No dia 16/04, o auditório da Câmara de Muzambinho foi palco de uma bela demonstração cultural através de palestra e apresentação musical. Os alunos, professores e populares presentes puderam acompanhar o trabalho de intercâmbio cultural entre Brasil e Japão desenvolvido por José Pinheiro e sua esposa Yumi Konno Pinheiro. Zé Pinheiro nasceu em Belém do Pará.

Veja +

Novas imagens dos 19 anos de A FOLHA REGIONAL

Em 24/04/2009 - Variedades - FOTOS: MARCELO LUÍS

Veja +

Prefeitura de Guaxupé oferece, gratuitamente, para a população o musical Maria Maria

Em 23/04/2009 - Variedades -

No próximo dia 1° de Maio, sexta-feira, às 20h30min, o Teatro Municipal estará de novamente de portas abertas para receber os guaxupeanos.Uma oportunidade única de assistir, gratuitamente, ao belíssimo musical Maria Maria, apresentado pela Vivace - Movimento Artístico Musical de Poços de Caldas.

Veja +

Grupo de Teatro do Lyceu faz 10 anos

Em 09/04/2009 - Variedades -

Há 10 anos o professor William Peres Lemos e a Fundação Educacional de Muzambinho escolheram o professor e diretor Fábio Anderson para ministrar aulas de teatro no Colégio Lyceu. E desde então os alunos, geração após geração, têm exercitado sua criatividade dramática naquela escola. As aulas de teatro têm o objetivo de desenvolver plenamente a comunicação; desenvolver a expressão (corporal, intelectual); desenvolver o aparelho psico-motor; capacitar o indivíduo para relacionar-se e apresentar-se publicamente; desenvolver o relacionamento em grupo; desenvolver a criatividade, além de estudar a arte.      Foram criados, como projeto de conclusão de curso, muitas peças que encantaram os pais dos alunos, a comunidade escolar e a comunidade muzambinhense, sempre convidada a assistir aos espetáculos. Dentre estes, destacam-se “Eterno – Poética Teatral de Carlos Drummond de Andrade”, “Trem de Doido”, “A Farsa do Príncipe Enganoso”, “A Aurora da Minha Vida”, “O Telefone”, “No País dos Prequetés”. Em 2009, o professor prepara o texto “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”, de Jorge Amado, para encenar em comemoração aos 10 anos do teatro no Lyceu. Para tanto, ministra suas aulas às sextas-feiras com uma equipe de alunos inspirada e animada. São eles: Ana Clara Trindade, Ana Luiza Bócoli, Cíntia dos Santos, Daniele Victor, Débora Pereira, Fernanda Guida, Flávia de Oliveira, Gabriel Miranda, Gabriela Dias, Iago Baptista, Isabella Almeida, Izabel Bócoli, Letícia Gaspar, Lívia Vilela, Luana Bernardes, Lucca Leite, Luisa D. Oliveira, Maria Eduarda Leo, Raíssa Andrade e Otávio Ferreira.

Veja +

Em Defesa do Consumidor

Em 07/04/2009 - Variedades -

Unimed condenada por negar tratamento A Unimed Rio foi condenada pela desembargadora Célia Maria Vidal Meliga Pessoa, da 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, a pagar uma indenização de R$ 3 mil por dano moral a um associado que teve negada a autorização de custeio de tratamento fisioterápico. Ela manteve a sentença e negou seguimento ao recurso impetrado pelas partes. O plano de saúde alegou inadimplência, porém, César Chagas estava com o pagamento em dia.Segundo a decisão, as parcelas dos meses de maio, junho e julho de 2006 já estavam pagas no mês de agosto, quando ocorreu a negativa de autorização para o tratamento. A empresa alegou ainda que o autor não enviou recibo de pagamento via fax. “O dever do autor se restringia apenas a efetuar os pagamentos, cabendo à Unimed constatar a realização destes e dar baixa junto ao seu próprio sistema. Se o banco HSBC, que recebeu os pagamentos, não os informou à ré, a culpa pela falha na transmissão dos dados não pode ser atribuída ao autor, que tinha a opção - e não a obrigação - de informar o pagamento por meio do envio do boleto pago via fax”, afirmou a desembargadora.O advogado Átila Nunes do serviço Em Defesa do Consumidor . com . br concorda: “o descumprimento do dever contratual materializado na negativa de autorização para atendimento médico gera, sim, aflição e angústia, ante a impossibilidade de a pessoa obter o tratamento indispensável à manutenção de sua saúde, tendo o paciente permanecido com dores na coluna por conta da recusa. É inequívoco que a negativa do tratamento gerou desgaste emocional, interferiu no equilíbrio psicológico e afetou o bem-estar do autor”.

Veja +

« 1 2 3 4 5 6 7 »