UPA tem atendimento avaliado em pesquisa de satisfação em Poços

Publicado em 24/01/2019 - saude - Da Redação

UPA tem atendimento avaliado em pesquisa de satisfação em Poços

Durante todo o ano de 2018, pacientes atendidos na UPA, a Unidade de Pronto Atendimento, responderam a Pesquisa de Satisfação, canal criado para receber a opinião dos usuários. Neste primeiro momento, participaram pacientes que passaram pelo Repouso Adulto, onde estão 14 leitos para observação clínica. 

O levantamento avaliou itens como: atendimento na recepção e na enfermagem, tempo de espera na recepção, na triagem e no atendimento médico, limpeza e organização do ambiente, roupa de cama e banho, atendimento do serviço social, da nutrição, do médico e da fisioterapia, além da qualidade da refeição. A pesquisa é voluntária, ou seja, nem todos os pacientes atendidos necessariamente responderam às perguntas. O assistente social vai até a família e explica os objetivos e a importância do levantamento e o paciente é livre, para querer ou não, participar. Quem aceita, responde, lacra e deposita o questionário em uma urna. A identidade não precisa ser informada. Os quesitos são avaliados com as alternativas: muito satisfeito, satisfeito, insatisfeito ou muito insatisfeito. Há ainda um campo para comentários. Ao todo, foram 290 entrevistados ao longo do ano. Para 10 dos 12 itens pesquisados, mais de 85% das respostas se concentraram nas avaliações muito satisfeito ou satisfeito. Somente os itens atendimento fisioterapia e serviço social não atingiram este percentual, porque 20% e 11,2% respectivamente, dos pacientes que participaram, decidiram não opinar, possivelmente por não terem recebido estes atendimentos no período em que estiveram na UPA. “Sem dúvidas é um resultado que nos motiva mas que ao mesmo tempo nos traz elementos para aprimorar o serviço. Este ano, com a ferramenta testada e padronizada, a pesquisa passará a ser feita em todos os setores da UPA, incluindo repouso pediátrico, isolamento adulto e pediátrico e sala vermelha (alta complexidade)”, adiantou Ed Wilson Neves, diretor da unidade. 

“A UPA atende um volume muito grande de pessoas, chegando a mil atendimentos em dias de pico. Mensurar a qualidade deste atendimento e dar a população a oportunidade de opinar, elogiar e criticar, são ações que fazem parte da nossa política de humanização da saúde, um dos objetivos do nosso trabalho”, finalizou Flávio Togni de Lima e Silva, secretário de Saúde.